Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ASTRO DO BBB

Agora na Globo, Rafael Portugal vira alvo fácil de piadas em A Culpa É do Cabral

REPRODUÇÃO/COMEDY CENTRAL

Rafael Portugal gargalha sentado em sua cadeira no palco do A Culpa É do Cabral

Rafael Portugal no A Culpa É do Cabral; colegas fazem piadas com "estrelismo" do humorista

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 25/10/2021 - 6h20

Desde a estreia de A Culpa É do Cabral, em julho de 2016, grande parte do humor surge das piadas que os integrantes do programa fazem uns com os outros. Depois que Rafael Portugal assinou com a Globo para comandar o CAT BBB, porém, ele se tornou um alvo mais frequente de Fabiano Cambota, Nando Viana, Thiago Ventura e Rodrigo Marques.

"Quando mudamos para os novos estúdios, a produtora nos deu camarins, só que o Rodrigo e o Cambota dividem um, o Nando e o Thiago outro, e botaram um só para mim. E foi bem no ano que eu entrei no BBB. Aí pronto: começaram a falar que o Boninho tinha pedido para cuidar do artista dele", lembra ele em entrevista ao Notícias da TV.

O carioca leva as brincadeiras na esportiva, mas deixa claro que passa longe de qualquer ataque de estrelismo. "Eu falo: 'Gente, pelo amor de Deus, não fica nem brincando com isso. Meu contrato com a Globo é só pra fazer o CAT, eu não faço mais nada depois. O pessoal de lá nem me liga, é só pro Big Brother... Para de palhaçada, eu preciso desse emprego aqui'. Mas apontaram pra mim por causa da Globo, eles não param nunca mais", desabafa Portugal, aos risos.

Na décima temporada da atração, que estreia nesta segunda (25) no Comedy Central, as zoeiras continuam. O comediante reconhece que parte disso se deve ao fato de que ele é o único que vive no Rio de Janeiro, enquanto todos os outros ficam em São Paulo e até moram no mesmo prédio. "Eles têm uma sintonia maior, estão sempre juntos, eu acabo perdendo muito disso."

Sem papas na língua, Thiago Ventura confessa que não sabia se Portugal daria liga com os outros quatro no início do programa. "Como eu não o conhecia, já falei pros outros: 'Se esse Rafael for pau no cu, a gente vai logo tirá-lo' (risos). Acabou que no primeiro dia a gente já se pegou chorando junto no camarim, contando coisa da infância, das nossas mães", lembra.

Surpresos com o sucesso

Tanto Portugal quanto Ventura admitem que, quando receberam o convite para fazer A Culpa É do Cabral, não imaginavam que a atração chegaria a dez temporadas, com a 11ª já em gravação. "Eu não tinha esperança de que daria certo. Mas estava faltando trabalho, eu tinha aluguel para pagar e me ofereceram um programa", conta Thiago.

"No começo nós estávamos nos divertindo e pensamos: 'Ah, vamos ver no que vai dar'. E agora se passaram cinco anos, dez temporadas, as pessoas vão ao teatro porque querem nos ver. É inacreditável, eu nunca imaginei uma coisa dessas", confessa Rafael Portugal.

E qual é o segredo da longevidade do programa? "Acho que é porque até hoje a gente se diverte desde a hora que chega no estúdio até o fim da gravação, está sempre rindo. Isso passa uma realidade para o público, porque o que a gente faz no palco, também faz fora dele", especula o carioca.

A décima temporada de A Culpa É do Cabral estreia nesta segunda (25), às 22h, no Comedy Central. O episódio terá participação especial de Marília Mendonça e Maiara & Maraisa.


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas