Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Alta tensão

Plantão Médico realista, Code Black traz vencedora do Oscar para a TV

Divulgação/CBS

Cena do primeiro episódio da série Code Black, que estreia nesta quarta (7), às 21h30, no Sony - Divulgação/CBS

Cena do primeiro episódio da série Code Black, que estreia nesta quarta (7), às 21h30, no Sony

JOÃO DA PAZ

Publicado em 7/10/2015 - 4h42

Baseada em um documentário sobre os prontos-socorros mais movimentados dos Estados Unidos, Code Black reproduz a tensa rotina de um hospital fictício em Los Angeles, com uma dinâmica mais realista do que Plantão Médico. Entre tantas cirurgias e emergências, quase não há tempo para romances, como havia na produção exibida entre 1994 e 2009.

Protagonizada por Marcia Gay Harden, vencedora do Oscar em 2001 pelo filme Pollock, a série estreia nesta quarta (7), às 21h30, no canal Sony. Chega apenas uma semana depois dos Estados Unidos para agradar aos fãs de dramas mais tradicionais, em um contraponto às obras sobre super-heróis, adaptações de filmes e remakes de atrações antigas que tomaram conta da TV paga nos últimos anos. 

Code black é o termo que os americanos usam classificar uma situação de ultra-emergência, quando os prontos-socorros têm muito mais pacientes do que recursos para atendê-los _uma realidade corriqueira para os brasileiros que dependem de serviços públicos.

No fictício Angels Memorial, o maior hospital de Los Angeles, o code black é acionado 300 vezes ao ano. Normalmente, em outras instituições, isso acontece apenas em cinco oportunidades.

O documentário homônimo que inspirou a série ganhou quatro prêmios em festivais nos Estados Unidos em 2013. O diretor, o médico Ryan McGarry, é também um dos produtores-executivos de Code Black. Ele tem a função de trazer realidade para a ficção.

Os episódios vão indicando em qual código o hospital está funcionando. No começo do piloto, claro, o código é o verde, o mais tranquilo, que serve para que sejam apresentados os personagens e a premissa da trama.

Nessa etapa, quatro residentes conseguem cravar espaço no Angels Memorial, que tem as vagas de estágio em medicina mais concorridas do país. Isso porque lá o aprendiz vai lidar diretamente com os traumas mais extremos, desde acidentes de trânsito com fraturas expostas a lesões cerebrais.

REPRODUÇÃO/CBS

Vencedora do Oscar, Marcia Gay Harden faz uma médica linha-dura em Code Black

Quem comanda a equipe é a médica Leanne Rorish, encarnada por Marcia Gay Harden. Ela dita o ritmo na série. A médica é linha-dura no trato com os subordinados, intolerante ao erro e sem paciência para repetir ordens. Assim, para trabalhar no hospital, além de dar conta do recado com os pacientes em situação de emergência, é necessário ter jogo de cintura para lidar com Leanne, apelidada de Daddy (papai).

Os quatro residentes são interpretados por Bonnie Somerville (Nova York contra o Crime, Friends), Melanie Chandra (The Brink), Benjamin Hollingsworth e Harry Ford. O elenco também conta com Luis Guzmán (o traficante Gacha de Narcos), que faz um enfermeiro bonachão que auxilia a personagem de Marcia a administrar os estagiários.   


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?