Estreia neste domingo

Pais de Primeira coloca bebê como vilão da história e família em surto

Reprodução/TV Globo

Pedro (George Sauma) e Taís (Renata Gaspar) no parto da filha do casal, Lia, que irá ao ar na estreia - Reprodução/TV Globo

Pedro (George Sauma) e Taís (Renata Gaspar) no parto da filha do casal, Lia, que irá ao ar na estreia

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 24/11/2018, às 06h24

A chegada do primeiro filho promove mudanças na vida do casal que podem ser para lá de cômicas. Ninguém avisa que serão 240 fraldas só no primeiro mês, além  de um ano sem dormir. Vai ter muita gente dando palpite, além da loucura dos avós em torno do bebê. A série Pais de Primeira mostrará a partir deste domingo (25) que ser pai e mãe não é só alegria.

"É uma das poucas histórias em que o antagonista é o ser mais amado. É sobre um momento querido e profundamente desesperador na vida dos pais", diz Luiz Henrique Rios, diretor artístico e geral da comédia, que terá seis episódios.

Pedro (George Sauma) e Taís (Renata Gaspar) são os protagonistas. Heloísa Périssé, Marisa Orth, Daniel Dantas e Nelson Freitas interpretam os hilários avós. Monique Alfradique vive a tia sabe-tudo, e Alejandro Claveaux é o amigo de Pedro que vai querer arrastá-lo de volta para a vida que ele tinha antes da paternidade.

A série fica no ar até 30 de dezembro e já tem uma segunda temporada confirmada. Serão mais 14 episódios, que irão ao ar entre outubro e dezembro do ano que vem.

Para fazer rir, o autor Antonio Prata inverteu os papéis. Nada de mulher chata, o homem é o metódico da relação. A mãe é mais relaxada. O primeiro episódio mostrará desde a descoberta da gravidez até o nascimento de Lia. Três bebês se revezam com bonecos que até respiram no papel da pequena "vilã".

João Cotta/TV Globo

Augusto (Daniel Dantas) e Rosa (Marisa Orth) vão pirar com o nascimento da neta na série

"É uma série que mostra o real, o que não é tão legal, o estresse, a batata quente, o pânico que a gente sente com o primeiro filho, quando sai da maternidade e não sabe o que fazer com aquela coisinha", resume Marisa Orth. Sua personagem é a mãe de Pedro, Rosa.

Casada com Augusto (Daniel Dantas), a avó coruja fica enlouquecida com a chegada da primeira neta. Ela até tatua o nome Marina no braço, para fazer uma surpresa no dia do nascimento, só que os pais da criança mudam de ideia em relação ao nome, e a menina acaba registrada como Lia. 

"Criar um filho é uma desculpa para discutirmos todos os assuntos sem a pílula dourada da procriação. Minha geração não sabia ser pai, mas a conta do feminismo chegou e nós tivemos de aprender a ser pai. É falar da responsabilidade de ter um filho, que não é algo só da mulher, é do casal", comenta o autor.

Na estreia, Taís vai pirar sufocada com a escolha da obstetra e do tipo de parto, com reuniões em família para discutir como será o chá de bebê e o surgimento de um avô cinegrafista. O sogro da "mamãe de primeira viagem" vai aparecer com uma câmera GoPro filmando tudo, o tempo todo. 

"Filmar parto é filme de terror", berrará Sílvia (Heloíse Périssé). Mãe de Taís e Patrícia (Monique Alfradique), ela já tem dois netos na história e faz o avesso de Rosa, como não querer ajudar no cuidado com Lia porque "fez as unhas". Seu ex-marido e pai de suas filhas, Luis Fernando (Nelson Freitas), é pegador e surgirá na maternidade com uma "novinha" a tiracolo, Marina (Juliane Araújo).   

João Cotta/TV globo

Luis Fernando (Nelson Freitas) e Sílvia (Heloísa Périssé) são avós diferentões e separados

O segundo episódio será sobre o primeiro dia da maternidade, com as visitas de amigos e parentes. Depois, vai mostrar a volta para casa dos pais com o bebê, o retorno do pai ao trabalho após a licença de 20 dias e a mãe ganhando seu "vale night" para se distrair um pouquinho.

O último episódio será com o casal quase se separando, armando uma festa no apartamento na véspera do Revéillon para dar um jeito de deixar a filha, Lia, com os avós e cair na gandaia. A menina estará com três meses.

Além de protagonizar a série, George Sauma canta o tema de abertura, Se Não Tiver Amor. A canção foi composta pelo ator, que gosta de escrever e cantar e está preparando o lançamento de um EP (extended play, um álbum com menos faixas) que terá cinco músicas. "A canção também foi gravada por Elba Ramalho e fará parte do próximo disco da cantora", conta Sauma, todo orgulhoso.

Pais de Primeira vai ao ar após a Escolinha do Professor Raimundo - Nova Geração.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook