SAMANTHA!

Netflix faz malabarismos para negar que nova comédia tira sarro de Simony

Divulgação/Netflix

Emanuelle Araújo, protagonista de Samantha!: inspiração veio do 'universo dos anos 1980'. Ah, tá  - Divulgação/Netflix

Emanuelle Araújo, protagonista de Samantha!: inspiração veio do 'universo dos anos 1980'. Ah, tá

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 26/06/2018, às 05h30

Primeira comédia nacional da Netflix, Samantha! conta a história de uma ex-cantora mirim e apresentadora de um programa infantil na década de 1980 que se casa com um presidiário e tenta retomar a fama. É inevitável compará-la a Simony, estrela do Balão Mágico. Mas a equipe da série nega que a ex-parceira de Jairzinho seja a fonte de inspiração da série e alega que há personagens iguais a ela em todos os países do mundo.

"Eu acho essa conversa sobre referências muito interessante, porque de início nós ficamos buscando correlações com brasileiros do mundo do entretenimento nos anos 1980. E quando começamos a conversar com as equipes internacionais da Netflix, o mexicano chegou e falou: 'Ah, no México teve uma fulana que fez isso'. Com o argentino, foi a mesma coisa", justifica o criador de Samantha!, Felipe Braga.

Até mesmo a música cantada pela fictícia Turminha Plimplom, que faz referência ao espaço e a viajar pelo infinito, remete o público ao "pegar carona nessa cauda de cometa" que embalava o Balão Mágico. Outra coincidência, segundo Braga.

"Os anos 1980 tinham uma tendência forte de espaço sideral, o ET do Steven Spielberg, o cometa Halley, Star Wars. Então isso permeava o imaginário das crianças da época no mundo todo", explica.

Citar Simony como referência direta para Samantha! parece ser expressamente proibido. Na apresentação da série à imprensa na tarde de segunda (25), elenco e equipe fizeram malabarismos com as palavras para evitar que o nome da cantora surgisse. Emanuelle Araújo, que interpreta a personagem-título, por exemplo, preferiu dizer que sua inspiração veio "do universo dos anos 1980".

"Claro que tem vários ícones na minha cabeça. Eu cresci nos anos 1980, como a Samantha, e assisti a muitos programas infantis, então tenho esses ícones todos na memória. Mas procurei além, não só nas figuras da TV, mas no comportamento dos anos 1980. O não-politicamente correto faz muito parte do perfil da Samantha. E o universo foi algo que mais me inspirou do que especificamente uma figura", disse.

Quem chegou mais perto de uma referência direta à cantora foi Rodrigo Pandolfo, que na série interpreta o Tico, ex-parceiro de Samantha na Turminha Plimplom _se a protagonista é inspirada em Simony, ele seria o Tob.

"É claro que tem referência do Trem da Alegria e, sobretudo, do Balão Mágico para compor essas figuras. Mas, para mim, a composição começou com a relação dos personagens", filosofou Pandolfo.

Com sete episódios, a primeira temporada de Samantha! chega à Netflix em 6 de julho. O elenco conta ainda com Douglas Silva (de Cidade dos Homens), Daniel Furlan (do Choque de Cultura) e das crianças Sabrina Nonato e Cauã Gonçalves. Luciana Vendramini, Gretchen e Alessandra Negrini participam.

Leia também

 

 

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook