Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

VEJA SETE PROVAS

Não tem pra ninguém! Jack Pearson, de This Is Us, é o melhor pai das séries

FOTOS: REPRODUÇÃO/FOX

Sentados no chão, estão: Mandy Moore, Mackenzie Hancsicsak, Milo Ventimiglia (que segura um livro), Parker Bates e Lonnie Chavis em cena de This Is Us

Mandy Moore, Mackenzie Hancsicsak, Milo Ventimiglia, Parker Bates e Lonnie Chavis em This Is Us

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 9/8/2020 - 7h05

É praticamente impossível assistir a This Is Us sem se encantar por Jack Pearson (Milo Ventimiglia). O protagonista é o exemplo mais próximo do homem perfeito que a ficção já foi capaz de criar. Ele é completamente apaixonado por Rebecca (Mandy Moore) e faz de tudo para ser o marido ideal. Além disso, Jack também é o campeão em outra categoria: o melhor pai das séries da TV. Não tem pra ninguém mesmo!

Sem deixar de ser humano e cometer erros, o personagem consegue desmitificar a imagem de superpai muitas vezes espalhada próximo ao Dia dos Pais, comemorado neste domingo (9). Jack mostra que não é preciso ter superpoderes para ser um bom exemplo para os filhos.

A cada episódio do drama, o marido de Rebecca emociona o público com gestos simples, mas bastante significativos na forma de lidar com a família. Várias ações e conselhos do personagem chegam a arrancar lágrimas de quem assiste à série.

Também é possível entender o quão importante Jack foi para os trigêmeos na maneira como seus ensinamentos refletem na vida adulta de Kate (Chrissy Metz), Randall (Sterling K. Brown) e Kevin (Justin Hartley).

Confira sete momentos de This Is Us que provam que Jack é o pai perfeito: 

[Atenção: Este texto contém spoilers a partir daqui]

Dr. Nathan Katowski (Gerald McRaney) e Jack (Milo Ventimiglia) no primeiro episódio da série


Fez a limonada

A série exibida no Brasil pela Fox é bastante conhecida pelo drama. Já no primeiro episódio, o casal Pearson passou por um momento bastante delicado ao descobrir que um dos seus três bebês tinha morrido durante o parto. É então que Dr. Nathan Katowski (Gerald McRaney) soltou a frase que acabou moldando toda a série: "Não há limão tão azedo que não possa fazer algo parecido com uma limonada".

Em seguida, o médico contou ao personagem que um recém-nascido tinha dado entrada no hospital após ser encontrado na porta do Corpo de Bombeiros. Disposto a voltar para casa com três crianças, o patriarca da família convenceu Rebecca a levar o bebê abandonado para casa. Jack com certeza fez uma limonada e tanto! 

Rebecca (Mandy Moore) e Jack (Milo Ventimiglia) protagonizam conversas intensas na série


Pai nota 11, marido nota 12

Jack não é perfeito. Como todo ser humano, ele também erra. Porém, o que faz com que ele chegue bem próximo da perfeição é a forma como lida com esses defeitos. Em alguns momentos da série, o protagonista vacilou e deixou que os problemas e as preocupações da vida o levassem de volta ao álcool. O vício o afastou da família e decepcionou Rebecca. Cansada, a matriarca chamou o marido para uma conversa.

Ela disse que considerava que eles são pais nota 6 e exigiu que ele melhorasse para ajudá-la na criação dos filhos. Jack percebeu que errou e dormiu do lado de fora da porta do quarto da mulher para que pudesse se desculpar assim que ela acordasse de manhã. "Eu vou ser um 11 para você, amor. Vou ser um 12 para você. Vou ser 11 para as crianças, mas você ganha um 12", prometeu ele. Jack, então, passou a se esforçar para se livrar do álcool e ser um exemplo para a companheira e os filhos.

Jack (Milo Ventimiglia) foi responsável por salvar Ação de Graças e criar uma nova tradição


Criou uma tradição

O feriado de Ação de Graças de 1988 dos Pearson tinha tudo para ser o pior de todos. Durante a viagem para passar a data na casa dos pais de Rebecca, como eles faziam todos os anos, o pneu do carro furou. A família precisou andar mais de três milhas até encontrar uma pousada para passar a noite. Ao perceber a tristeza das crianças ao ver tudo dando errado, Jack mexeu os pauzinhos para virar o jogo.

Ele arranjou um chapéu e se fantasiou de Peregrino Rick, contou algumas histórias, assou cachorro-quente no aquecedor do quarto, montou um piquenique e fez com que os filhos vissem Loucademia de Polícia 3 (1986). A matriarca ainda arranjou uma maneira de que cada membro da família contasse pelo que é grato na vida. No fim do dia, os pequenos afirmaram que aquele era o melhor dia de Ação de Graças.

A importância de Jack nesse momento ficou ainda mais evidente quando a série avançou no tempo e mostrou os Pearsons comemorando o feriado no presente. Rebecca, Randall, Kate e Kevin reproduzem anualmente todas as atividades propostas pelo pai em 1988 --desde o chapéu do peregrino ao filme assistido. O protagonista transformou o desastre daquele dia em uma nova tradição familiar.

Jack (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore) se dedicam aos aniversários dos filhos


Festa perfeita

Como Jack e os trigêmeos nasceram no mesmo dia, os aniversários dos quatro foram comemorados juntos durante os primeiros anos dos filhos. Mas, como já era de se esperar, as crianças cresceram e desenvolveram personalidades bem diferentes, fazendo com que cada um quisesse uma festa própria. Apesar do desafio, Jack e Rebecca aceitaram atender a vontade deles.

Menina dos olhos do protagonista, Kate pediu que sua comemoração tivesse como tema Madonna. Sem hesitar para dar à ela o que pediu, Jack passou a madrugada costurando luvas da cantora pop e se esforçou na decoração. A festa da menina, porém, fracassou quando seus convidados preferiram aproveitar o dia ao lado de Kevin. Mais uma vez, o patriarcou entra em ação e tentou animar a herdeira pedindo para que ela lhe ensinasse a dançar Vogue.

O chefe da família Pearson ainda se dedicou para agradar Kevin e Randall nas comemorações individuais de cada um!

Randall (Lonnie Chavis) conta com apoio e compreensão de Jack (Milo Ventimiglia) na trama


Apoio nas diferenças

Jack sempre se esforçou para que Randall não se sentisse inferior a Kate e Kevin por ser adotado. Porém, em certo momento, o protagonista percebeu que o filho precisava de um suporte diferente dos outros dois por ser negro. E, como um homem branco, ele percebeu que não poderia prover ao garoto os conhecimentos que o levariam a desenvolver uma consciência de raça.

Dessa forma, Jack o matriculou em uma aula de karatê totalmente negra para que o filho aprendesse o que significava ser um homem não-branco na sociedade muitas vezes racista dos Estados Unidos. Além disso, o personagem de Milo Ventimiglia ainda ajudou Randall a controlar sua ansiedade e o apoiou quando ele pediu para frequentar uma escola diferente dos irmãos.

Adolescente, Kevin (Logan Shroyer) bateu de frente com o pai, mas recebeu bons conselhos


Suporte e conselheiro

Entre os três filhos, Kevin sempre foi o mais rebelde e difícil de lidar. Mas isso não quis dizer que o pai tivesse desistido dele ou o amasse menos. Em determinado momento do drama, o jovem sofreu uma lesão que acabou com sua carreira no futebol e se sentiu completamente perdido e sem esperanças para o futuro. 

Foi então que Jack entregou para ele um importante colar que trazia consigo desde a Guerra no Vietnã. O protagonista afirmou que o objeto daria a Kevin motivação para ser corajoso e continuar lutando. O rapaz passou a usar o colar como um amuleto, principalmente após perder o patriarca.

Jack (Milo Ventimiglia) conseguiu salvar os filhos e a mulher do incêndio que atingiu a casa


Arriscou a vida

A maneira como Jack morreu era um mistério para o público durante boa parte do início de This Is Us. Somente no episódio 14 da segunda temporada foram revelados os fatos do incêndio trágico que vitimou o protagonista. Não era de se esperar outra atitude de Jack além de tentar salvar os filhos e Rebecca das chamas que tomaram conta da casa da família. Corajoso, ele se arriscou em meio ao fogo para tirar sua mulher, Kate e Randall do imóvel.

O telespectador chega a se surpreender ao ver que Jack também saiu ileso do incêndio. Mas o desespero tomou conta quando, já do lado de fora, a família escutou os latidos do cachorro de estimação vindos da casa. O protagonista voltou e conseguiu resgatar o animal --e os álbuns de foto da família! Porém, o alívio durou pouco, e Jack acaba morrendo por conta da grande quantidade de fumaça inalada.

Seja durante tantos momentos marcantes de sua vida ou na maneira como partiu, Jack sempre deixou claro seu amor por Rebecca e pelos três filhos. Para priorizar as necessidades da família, ele inclusive abandonou os próprios sonhos. Os conselhos e ensinamentos do protagonista refletem na vida adulta dos trigêmeos, que sabem o privilégio que foi ter Jack Pearson como pai.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?