MAGGIE GYLLENHAAL

'Não sabia nada de pornô vintage, agora sou expert', diz atriz de série da HBO

Divulgação/HBO

Maggie Gyllenhaal na série The Deuce: atriz vive uma prostituta na cidade de Nova York nos anos 1970 - Divulgação/HBO

Maggie Gyllenhaal na série The Deuce: atriz vive uma prostituta na cidade de Nova York nos anos 1970

REDAÇÃO - Publicado em 24/06/2019, às 18h16

Com uma carreira sólida no cinema e após interpretar uma baronesa na minissérie The Honourable Woman (2014), Maggie Gyllenhaal aceitou viver uma prostituta em The Deuce, drama da HBO sobre a indústria pornográfica dos anos 1970. Novata no assunto, ela estudou e aprendeu: "Eu não sabia nada de pornô vintage, agora sou expert", disse.

Maggie contou como foi seu processo para dar vida a personagem Candy em uma entrevista para o site The Hollywood Reporter. Ela confessou que não sabia absolutamente nada sobre o trabalho de prostitutas em Nova York. Porém, uma pesquisa de campo a ajudou a entender esse mundo.

Ela teve um encontro com Annie Sprinkle, uma ex-prostituta nova-iorquina dos anos 1970, na região chamada de Deuce (centro de Nova York), que dá nome à série. As duas trocaram ideias e Maggie traçou paralelos entre a vida de Annie com a jornada de Candy: "As pessoas são destruídas e as mentes se perdem neste tipo de trabalho, mas isso não aconteceu com Annie e nem com Candy", afirmou.

Na série, que vai terminar na próxima temporada (a terceira), Candy é uma prostituta sem cafetão. Ela sustenta um filho e quer sair dessa vida desonrosa. Candy traça um plano e entra no mercado da produção de filmes pornográficos, como diretora, produtora e roteirista, inserindo uma visão mais feminina nos longas.

Maggie contou ainda sobre outra pessoa que ganha dinheiro com o corpo e com quem ela também teve contato: Madison Young, uma mulher que faz shows sexuais solos em Bushwick, também em Nova York. A atriz criou coragem para ver a performance, pois sua personalidade é totalmente diferente de Candy.

"Candy é durona e topa qualquer parada. Ela não é cri-cri e tem uma mente aberta", comentou Maggie. "Eu me inspiro na personagem e estava totalmente amedrontada na hora de ir ao show de Madison", confessou.

Todos esses estudos fizeram a atriz enxergar o sexo, e tudo que gira em sua órbita, de uma forma diferente. "Foi inspirador porque realmente puxou os meus limites sobre o que eu tolero em temos de sexualidade", revelou a atriz. 

The Deuce retorna ainda neste ano, sem estreia confirmada. Pela série, Maggie Gyllenhaal foi indicada ao Globo de Ouro 2018, na categoria melhor atriz de série de drama --perdeu para Elisabeth Moss, de Handmaid's Tale.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Maria da Paz deve ficar em A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook