Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Enigmas de Westeros

Jogo dos Tronos ou dos erros? Veja as maiores mancadas de Game of Thrones

Imagens: Divulgação/HBO

Margaret Jackman (atrás) e Maisie Williams em GoT: como sobreviver a uma facada dessa? - Imagens: Divulgação/HBO

Margaret Jackman (atrás) e Maisie Williams em GoT: como sobreviver a uma facada dessa?

JOÃO DA PAZ

Publicado em 23/8/2017 - 5h22

Série do gênero fantasia, com dragões voadores e zumbis de gelo, Game of Thrones abusa da liberdade poética. Ao longo de sete temporadas, são inúmeros os furos de roteiro e situações mal resolvidas. Como, por exemplo, a personagem Arya (Maisie Williams) ter sobrevivido a três facadas profundas na barriga, uma cena marcante de 2016.

O último episódio, exibido domingo (20), chamou a atenção dos fãs pelos deslocamentos ultrarrápidos. Um personagem do elenco de apoio até virou meme nas redes sociais. Foi chamado de Usain Bolt de Westeros, numa referência ao corredor jamaicano. 

A seguir, quatro mancadas de Game of Thrones:

O personagem Drogo (Jason Momoa) joga ouro derretido no rosto de Viserys (Harry Lloyd)

Ouro quente
A ciência, definitivamente, não é o forte da série. A cena fantástica de Khal Drogo (Jason Momoa) jogando ouro líquido em Viserys (Harry Lloyd), na primeira temporada, fez o telespectador ficar boquiaberto.

Tecnicamente, a fundição seria impossível em tão pouco tempo. Drogo usou um caldeirão simples sobre uma fogueira para derreter alguns medalhões. Em um piscar de olhos, a temperatura da panela chegou a 1.064 °C, e o ex-marido de Daenerys (Emilia Clarke) conseguiu o que queria: derramou o líquido na cara do irmão da loira. 

Além da fundição em tempo recorde, como explicar que a panela não derreteu nem queimou as mãos de Drogo? 

Melisandre (Carice van Houten) com e sem o colar; magia do rejuvenescimento falhou?

Colar da Melisandre
Uma das cenas de Game of Thrones que intrigou o telespectador foi ao ar na estreia da sexta temporada. Melisandre (Carice van Houten) tirou seu colar rejuvenescedor e imediatamente se transformou em uma senhora muito, muito velha. Dois anos antes, no entanto, a mesma Melisandre tirou o colar e continuou linda e sexy dentro de uma banheira.

Das duas uma: ou a água tinha uma porção mágica ou foi um simples furo de roteiro. Acontece nas melhores séries.

Após três facadas, a barriga de Arya (Maisie Williams) sangrou muito, mas ela sobreviveu

Arya indestrutível
Os fãs ficaram estarrecidos ao verem Arya (Maisie Williams) ser esfaqueada três vezes no abdômen por Waif (Faye Marsay). Numa das facadas, a agressora girou a arma dentro do corpo da garota. Ela caiu em um rio e uma mancha de sangue subiu à superfície. Ficou no ar se Arya havia morrido ou não.

Racionalmente, a personagem não deveria ter sobrevivido, pois perdera muito sangue. Porém, ela não apenas se curou como também protagonizou uma fuga insana para não ser capturada, pulando obstáculos e até rolando escadaria abaixo. Deve ter sido o leite de papoula que tomou ao ser cuidada por uma atriz de teatro de Braavos. 

Na Idade Média, a imponente embarcação de Euron demoraria 15 meses para ficar pronta 

Mil navios?
No primeiro episódio da atual temporada, Euron Greyjoy (Pilou Asbaek) se apresentou à rainha Cersei (Lena Headey) dizendo ter uma frota de mil navios para ajudá-la na guerra contra Daenerys (Emilia Clarke). O problema é que o personagem vive em um lugar com "nada além de pedras e merdas de pássaros", como ele mesmo definiu. Portanto, onde não poderiam ser construídos navios.

O site norte-americano Mashable se aprofundou no assunto. Os historiadores ouvidos relataram que um único navio do porte da frota de Euron demoraria 15 meses para ser finalizado, na Idade Média, com cerca de 50 trabalhadores em tempo integral.

Ou seja, dezenas de milhares de trabalhadores teriam de ser escalados para erguer as embracações. Isso sem mencionar outro detalhe: da onde vieram tantas madeiras? Seriam necessárias 750 mil árvores para montar a frota.

"Por viver em um lugar cheio de pedras e isolado, como o próprio Euron disse, é improvável que ele conseguiria madeira suficiente para construir uma frota de mil navios", disse ao Mashable o escritor e historiador Ian Fiel, especializado na era medieval. "Além disso, ele precisaria de mão de obra, ferro, cordas, lonas e outros materiais".

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Quem foi o(a) melhor jornalista/comentarista esportivo do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas