Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SÉRIE DA MARVEL

Feiticeira 'louca' e família do Visão: Como WandaVision pode se inspirar nas HQs

Divulgação/Disney+

Elizabeth Olsen em cena da série WandaVision

Elizabeth Olsen com a roupa clássica da Feiticeira Escarlate dos quadrinhos em cena de WandaVision

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 14/1/2021 - 6h55

Primeira série da Marvel conectada ao MCU a chegar no Disney+, WandaVision estreia nesta sexta-feira (15) cheia de mistérios envolvendo a sua trama. Ainda que Kevin Feige, chefão do estúdio, e os protagonistas Elizabeth Olsen e Paul Bettany tenham dado algumas pistas, pouco se conhece sobre a trama.

Assim como todos os 23 filmes lançados pela Marvel nos cinemas, as séries do Disney+ têm nos quadrinhos um baú lotado de referências para buscar ideias criativas. Entre eles, existem duas histórias que ganharam destaques nas conversas de internet como possíveis inspirações para a história de WandaVision: Dinastia M (2005) e Visão (2016).

Na primeira, escrita por Brian Michael Bendis, Wanda Maximoff/Feiticeira Escarlate está em estado catártico após um surto com os seus poderes ter levado à queda dos Vingadores e à morte de companheiros, incluindo a do seu amado Visão. Esses acontecimentos são do arco chamado Vingadores: A Queda (2004-2005), também escrito por Bendis.

Além da partida de Visão, Wanda precisa lidar com o luto pela morte de seus filhos e os resquícios do controle e da manipulação de sua mente feitas pelo vilão Doutor Destino. Tantos traumas dão início à "loucura" da Feiticeira, e as vidas dos heróis e de toda a humanidade são colocadas em risco.

Já na premiada Visão, publicada em 2016 e escrita por Tom King, o sintozoide (espécie de androide com consciência humana) realiza o desejo de constituir uma família. Para isso, ele cria uma mulher, Virgínia, e seus filhos, os gêmeos Viv e Vin. Os quatro se mudam para uma casa no subúrbio, nos arredores de Washington, nos Estados Unidos, para viver em sociedade. As coisas, porém, não saem como o planejado.

Abaixo, o Notícias da TV explica como WandaVision pode adaptar os acontecimentos dessas histórias nas HQs para o Universo Marvel contruído nos cinemas e, agora, no streaming:

DIVULGAÇÃO/MARVEL COMICS

Feiticeira Escarlate e sua família em Dinastia M

Dinastia M em WandaVision

Uma das sagas mais importantes da Marvel nos anos 2000, Dinastia M movimentou a história de todos os heróis da Casa das Ideias e moldou o futuro das aventuras da equipe de mutantes conhecida como os X-Men.

Mesmo que a Disney agora conte com os direitos de personagens como Professor Xavier, Wolverine e Magneto, eles ainda não foram introduzidos no MCU. Apesar de Wanda e o irmão Pietro/Mercúrio (Aaron Taylor-Johnson) fazerem parte dos Vingadores no cinema, eles não foram apresentados como mutantes --o estúdio sequer podia usar a expressão em seus filmes.

Por conta disso, adaptar Dinastia M com a fidelidade que a história de Bendis merecia não será possível. Os X-Men são parte essencial da narrativa, e o destino da equipe está ligada aos acontecimentos finais. Contudo, ainda há elementos que podem ser utilizados na série.

Na trama da HQ, Feiticeira Escarlate cria uma nova realidade para todos os humanos, e tanto ela quantos os heróis ganham a vida que sempre sonharam. Wanda voltou a ter filhos, e Magneto é o líder da comunidade mutante, soberana perante a humanidade, e reina absoluto ao lado de seus filhos (a Dinastia M é referência ao nome de sua família, Magnus). Personagens como Homem-Aranha e Doutor Estranho também têm seus destinos alterados.

Para a série do Disney+, como já foi revelado nos trailers divulgados pela plataforma, Kevin Feige e a equipe de roteiristas vão utilizar a ideia da criação de uma nova realidade por Wanda. Nos cinemas, ela é uma das personagens que mais sofreram entre os Vingadores, presenciando a morte de Mercúrio e Visão.

Com isso, a personagem tem motivos o bastante para estar com a mente desorientada. A perda dessa realidade "perfeita", em que Wanda e Visão estão casados e com filhos, poderá afetar cada vez mais a sanidade da heroína.

Caso a loucura da Feiticeira Escarlate se concretize, isso pode abrir as portas para as ligações já anunciadas com as histórias de Doutor Estranho 2 e Homem-Aranha 3. Para os fãs mais otimistas --e baseando-se na experiência que o Disney+ fez com The Mandalorian--, não seria absurdo imaginar participações destes e outros heróis do Universo Marvel na primeira temporada de WandaVision.

DIVULGAÇÃO/MARVEL COMICS

A família de Visão na HQ de Tom King

Visão em WandaVision

Elogiada por crítica e público na época de sua públicação, a série em quadrinhos Visão imaginada pelo roteirista Tom King coloca o herói de "pele" rosada como pai de família no maior estilo das sitcoms norte-americanas.

Em WandaVision, ele e a Feiticeira tentam levar uma vida normal no subúrbio de uma cidade ao lado de vizinhos do cotidiano --a equipe da série já revelou que se inspirou em sitcoms de várias décadas na hora de criar a história. Como mostrado no trailer, o casal enfrentará problemas quando essa realidade começar a ser afetada por acontecimentos de fora, e eles farão de tudo para defender a vida recém-criada.

Caso Feige tenha realmente buscado inspirações na obra de King, a série do Disney+ pode colocar Visão em guerra contra os amigos e o mundo que ele jurou defender. Nos quadrinhos, quando o destino de sua família é colocado em risco, o herói enfrenta a equipe dos Vingadores para defender a mulher e os filhos e salvar a vida que ele criou para si.

Uma diferença entre as famílias das HQs também pode influenciar o futuro da história do casal no MCU. Enquanto os filhos de Visão são sintozoides como o pai e enfrentam o preconceito dos habitantes locais pela falta de humanidade, os gêmeos da Feiticeira em Dinastia M (e vários outros arcos) são humanos. Os pequenos, que tiveram diferentes nomes e origens ao longo dos anos, já até fizeram parte da equipe de heróis.

Com tantas histórias escritas durante décadas de sucessos nos quadrinhos, a Marvel ainda conta com inúmeras opções para aproveitar em WandaVision que vão além de Dinastia M e Visão. Por mais que os dois arcos sejam os mais citados por fãs e crítica ao buscarem inspirações para os elementos da série, nada confirma que o Disney+ adaptará à risca ou pelo menos um terço do que foi visto nas HQs.

A única coisa que, de fato, é possível ter certeza é que muitos fãs em abstinência das histórias da Marvel nos cinemas, após um 2020 afetado pela pandemia, estarão ligados no Disney+ para acompanhar a primeira história contada pelo estúdio em seu serviço de streaming.

Confira abaixo o trailer de WandaVision:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do final de Amor de Mãe?