Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANÁLISE

Eleven fica em segundo plano, e Hawkins vira protagonista em Stranger Things 4

REPRODUÇÃO/NETFLIX

Imagem de Millie Bobby Brown como Eleven em cena de explosão de Stranger Things 4

Millie Bobby Brown em cena de Stranger Things 4; personagem perdeu espaço em novos episódios

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 29/5/2022 - 6h40

A primeira parte da quarta temporada de Stranger Things teve muitos acertos, mas decepcionou ao estender demais a história de Eleven (Millie Bobby Brown) nos sete longos episódios lançados pela Netflix na última sexta-feira (27) --cada um deles tem mais de uma hora.

[Atenção: Contém spoilers da 4ª temporada de Stranger Things abaixo]

A protagonista das três primeiras temporadas teve menos tempo de tela. Ela ficou isolada dos amigos em um laboratório clandestino na tentativa de recuperar os poderes que foram perdidos durante a batalha com o Devorador de Mentes na temporada anterior.

El começa a história fingindo que está bem, mas na verdade é o maior alvo de bullying em seu novo colégio, na Califórnia. Ela acaba raptada pelo governo norte-americano após uma das confusões, mas é resgatada por Owens (Paul Reiser), que a leva ao laboratório secreto.

Em poucas cenas, partes do passado de Eleven são apresentadas ao público. O doutor Brenner (Matthew Modine) --sim, ele está vivo-- a convenceu de que a única maneira de reconquistar os poderes seria mergulhar na própria história.

Enquanto El está confinada, Mike (Finn Wolfhard), Will (Noah Schnapp) e Jonathan (Charlie Heaton) perdem quase 100% da função ao tentar encontrá-la. Eles descobrem onde ela está, mas sequer aparecem no sétimo episódio.

A série deixou a única cena empolgante da protagonista para o final do último episódio, que faz a função perfeita de gancho para o volume dois ao revelar a origem do Mundo Invertido. Mas Eleven sempre foi a personagem mais interessante da série e merecia ter o passado explorado de uma forma mais dinâmica e envolvente.

Hawkins

Com Eleven confinada e Mike e Will praticamente fora de cena, sobrou para Dustin (Gaten Matarazzo), Max (Sadie Sink) e Lucas (Caleb Mc Laughlin) carregarem a nova leva de episódios nas costas. O trio permaneceu em Hawkins e fez da cidade o palco das melhores sequências da trama.

É lá que Vecna, o novo vilão, começa a atacar e assassinar alunos do ensino médio. Os agora adolescentes mostraram que a série amadureceu com eles diante de uma ameaça muito maior --e mais assustadora-- do que as que enfrentaram antes.

É também na cidade que deixou de ser pacata que Nancy (Natalia Dyer) finalmente exerce um papel de destaque. A irmã mais velha de Mike faz de tudo para proteger Max, que entra para a lista de alvos de Vecna, além de passar por mais uma perda pessoal com o assassinato de um amigo

Nancy também é a responsável por trazer nostalgia ao público com referências da primeira temporada. Ela imita o jogo de luzes de Will ao ficar presa no Mundo Invertido, se depara com a culpa pela morte de Barb (Shannon Purser) e dá indícios de que pode reatar o namoro com Steve (Joe Keery), já que agora Jonathan está longe. 

Os sete primeiros episódios da quarta temporada de Stranger Things já estão disponíveis na Netflix. O volume dois chega à plataforma de streaming em 1º de julho.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.