Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AGORA NO GLOBOPLAY

Divórcio de atores e assédio sexual: Conheça os bastidores de One Tree Hill

Fotos: Divulgação/The CW

Chad Michael Murray e Sophia Bush abraçados em uma poltrona, embaixo de um cobertor, em cena de One Tree Hill

Chad Michael Murray (Lucas) e Sophia Bush (Brooke) foram casados na vida real e namorados na ficção

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 14/8/2020 - 6h50

Novelão adolescente com romances, traições e muitas brigas, a série One Tree Hill (2003-2012) era ainda mais movimentada em seus bastidores. O drama, que chega nesta sexta-feira (14) ao Globoplay, teve divórcio dos protagonistas, prisão de ator e até denúncia de assédio sexual. Tudo isso provocou reviravoltas na história fictícia.

Também conhecida como Lances da Vida no Brasil, a atração tinha como pretensão inicial mostrar a rivalidade entre os meio-irmãos Lucas (Chad Michael Murray) e Nathan (James Lafferty), que disputavam de uma vaga no time de basquete ao amor da líder de torcida Peyton (Hilarie Burton). Ao longo de suas nove temporadas, novos casais foram surgindo, e a sinopse mudou completamente.

A maior transformação ocorreu no fim da sexta temporada, quando Lucas e Peyton decidiram ir embora de Tree Hill, e seus intérpretes abandonaram a série. Dessa forma, outros personagens passaram a ter ainda mais destaque, como a patricinha divertida Brooke (Sophia Bush) e a nerd cantora Haley (Bethany Joy Lenz).

Criador de One Tree Hill, Mark Schwahn (à esq.) foi acusado de assediar a atriz Hilarie Burton

Na vida real, Chad Michael Murray tinha se divorciado de Sophia Bush, supostamente depois de tê-la traído com uma figurante (bem mais jovem) da série. A convivência entre eles era difícil, especialmente enquanto os dois ainda viviam um par romântico na ficção. Dessa forma, o galã preferiu pular do barco assim que seu contrato inicial de seis anos com a atração chegou ao fim.

Já a saída de Hilarie foi por um motivo mais grave. Na época, ela não falou nada sobre o assunto, mas em 2017, oito anos após deixar One Tree Hill, a atriz acusou o criador e showrunner Mark Schwahn de assediar sexualmente boa parte do elenco feminino, inclusive ela mesma. Parte do elenco e da equipe se uniu em uma carta de repúdio ao executivo, que acabou demitido da série que fazia naquele momento, The Royals (2015-2018), um dramalhão sobre a família real britânica.

Antwon Tanner também teve problemas com a lei. Ele foi preso em 2009, acusado de fraude. O intérprete de Skills se declarou culpado e foi condenado a três meses de detenção. Com isso, sua participação na série foi interrompida precocemente, deixando as histórias do jogador de basquete em aberto. Ele voltou para aparições esporádicas nos últimos anos, após ser solto.

reprodução/the cw

Cachorro comeu coração que seria transplantado no grande vilão: ponto mais bizarro da série


Reviravoltas ridículas e sucesso por acaso

Escrever um novelão repleto de reviravoltas não é fácil. Como ainda tinham de lidar com as mudanças inesperadas nos bastidores, os roteiristas ficaram muito exaustos ao longo dos 187 capítulos. Com isso, bolaram algumas histórias absolutamente ridículas e que viraram motivo de piada entre o elenco e os fãs até hoje.

A mais estapafúrdia delas aconteceu no 18º episódio da sexta temporada --que só vai chegar ao Globoplay na próxima sexta (21). Grande vilão da série e pai de Lucas e Nathan, Dan Scott (Paul Johansson) precisava de um transplante de coração para sobreviver. Quando ele finalmente conseguiu o órgão, um acidente inacreditável ocorreu: o funcionário que trazia a doação deixou a caixa cair no chão do hospital, o coração rolou e acabou devorado por um cachorro que estava na sala de espera.

Mas nem situações imbecis como essa tiram o mérito de One Tree Hill, que se tornou um sucesso entre o público jovem e transformou seu elenco em astros da época, ganhando premiações como o Teen Choice Awards.

Milo Ventimiglia como Jess em cena do piloto de Winward Circle, que nunca chegou a estrear

O mais curioso é que a série teve de estrear às pressas. Inicialmente, ela seria uma atração de mid season, temporada de janeiro a maio em que, no geral, as redes norte-americanas lançam as séries nas quais menos botam fé.

Mas a atração acabou no ar em setembro porque o drama que ocuparia o horário original, Winward Circle, foi considerado caro demais. Seria um derivado de Gilmore Girls (2000-2007) estrelado por Jess Mariano (Milo Ventimiglia, o Jack de This Is Us) que tentava reatar seus laços familiares na praia de Santa Monica, na Califórnia. Sem abaixar seus custos, a série nunca estreou; já One Tree Hill virou fenômeno.


Leia também

Web Stories

+
Ana ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acaloradaFim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega Pega

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?