KEEPING UP WITH THE OBAMAS

De Kardashians a Bela Gil: 10 programas para Barack Obama fazer na TV

Pete Souza/White House

Barack Obama durante encontro com Dilma Rousseff: cena perfeita para O Mecanismo? - Pete Souza/White House

Barack Obama durante encontro com Dilma Rousseff: cena perfeita para O Mecanismo?

GABRIEL PERLINE e LUCIANO GUARALDO - Publicado em 22/05/2018, às 05h19

Barack e Michelle Obama foram anunciados ontem (21) pela Netflix como novos produtores de filmes, séries e documentários. Embora a ideia seja que o casal atue nos bastidores, existe a possibilidade de também estar à frente das câmeras. Considerando as habilidades do ex-presidente norte-americano e de sua mulher, eles bem que poderiam ter seus talentos mais explorados pela gigante do streaming.

Acompanhar a vida íntima dos Obamas em um reality aos moldes do Keeping Up With the Kardashians seria garantia de sucesso para a Netflix. Ou que tal explorar os conhecimentos de Michelle no ramo da alimentação saudável e lançá-la como uma versão internacional de Bela Gil?

Confira a seguir dez sugestões de programas para Barack e Michelle Obama na Netflix: 

Pete souza/white house

Malia, Michelle, Barack e Natasha: ex-primeira família dos EUA seria a maior família da TV

Keeping Up With the Obamas
Michelle é realmente muito ciumenta? Barack deixa a toalha molhada em cima da cama? O que teriam dito os pais da rebelde Malia quando ela foi fotografada fumando um cigarrinho suspeito no Lollapalooza?

Essas e outras perguntas seriam rapidamente respondidas se a Netflix se inspirasse na família Kardashian e lançasse o Keeping Up With the Obamas.

pete souza/white house

Barack brinca com bebê no meio da Casa Branca: ex-presidente leva jeito para educar crianças

Supernanny
Barack Obama tem muita habilidade para lidar com crianças. Por que não colocá-lo logo em um reality aos moldes do Supernanny para ele mostrar aos pais como acabar de vez com a manha dos birrentos?

Seria no mínimo curioso ver as técnicas do ex-presidente na criação de pequenos. Afinal, Barack foi muito elogiado quando sua filha, Malia, mostrou humildade ao aceitar um estágio na série Girls (2012-2017).

leopoldo silva/agência senado

Barack Obama e Dilma Rousseff durante visita dele ao Brasil, em 2011: longe da Lava Jato

O Mecanismo
Já que a Netflix confirmou a segunda temporada de O Mecanimo, que tal convidar o ex-presidente dos EUA para uma participação na série? Afinal, ele sempre mostrou uma certa simpatia por Lula e por Dilma Rousseff, ex-presidentes "homenageados" por José Padilha na história.

amanda lucidon/white house

Michelle Obama ajuda menina a cuidar de horta: na mesa dela, só produtos orgânicos

Michelle Cozinha
Enquanto primeira-dama, Michelle Obama esteve à frente de programas sociais que visavam o estímulo de uma alimentação mais saudável para os moradores da terra do fast-food. Seria ela uma possível Bela Gil da Netflix?

No Michelle Cozinha, ela daria dicas de pratos nutritivos e que fazem bem. Mas, ao contrário da filha de Gilberto Gil, jamais ensinaria a fazer churrasco de melancia.

reprodução/youtube

Barack Obama prepara churrasco com Bobby Flay, astro do Food Network: política na brasa

BBQ Estados Unidos - Churrasco na Brasa
E essa habilidade de Obama no comando de uma churrasqueira? Já pensou ver o ex-presidente competindo em um reality aos moldes do BBQ Brasil? Ou dando dicas de como preparar um bom assado assim como o experiente Bobby Flay faz em Loucos Por Churrasco, no Food Network?

pete souza/white house

Barack Obama vista o Stonehenge, um dos cartões-postais do Reino Unido: malas prontas

Volta ao Mundo com Barack
Durante os oito anos que passou na Presidência, Barack Obama visitou 58 países diferentes. É bagagem mais do que suficiente para comandar um programa de turismo, com dicas de museus para conhecer, restaurantes para jantar e, claro, dos líderes políticos para evitar em suas viagens.

Pelo histórico de Obama, os destinos poderiam ir desde os mais óbvios, como Reino Unido, França e Índia, até os exóticos _ele passou por Gana, Quênia, Cisjordânia, Vietnã e Birmânia. O Brasil também estaria na lista, ele visitou o país em 2011 e até arriscou palavras em português, como "obrigado", "alô" e "maravilhoso".

reprodução/youtube

Michelle Obama com Sarah Jessica Parker em um encontro promovido pela revista Glamour

Sex and the City
Com a onda dos remakes tomando conta da TV norte-americana, não seria surpresa para ninguém se a Netflix decidisse fazer uma continuação de Sex and the City (1998-2004), ganhadora de sete Emmys e oito Globos de Ouro.

E, como Sarah Jessica Parker (a Carrie) e Kim Cattrall (a Samantha) já deixaram bem claro que não se suportam, Michelle Obama poderia substituir a veterana _afinal, faria bem à série ter um pouco de representatividade, não?

pete souza/white house

Barack Obama entre os cantores country Willie Nelson (à esq.) e John Fogerty: só no gogó

President Idol
Reality shows de canto fazem sucesso na TV americana, e a Netflix ainda não tem nenhum concurso do tipo. Carismático, Barack Obama seria um ótimo candidato para participar de um novo programa tipo American Idol ou The Voice.

Ele já mostrou que é afinado ao cantar Amazing Grace e, na internet, faz sucesso um canal do YouTube que pega trechos de discursos de Obama e os remonta como se o político estivesse entoando hits do momento.

chuck kennedy/white house

Michelle Obama mostrou que sabe dançar durante participação no talk show de Jimmy Fallon

Dança da Primeira-Dama
Se Barack mostraria talentos vocais, Michelle poderia exibir suas coreografias em um formato estilo Dança dos Famosos. A ex-primeira-dama já provou que leva jeito para a pista em participações nos programas de Jimmy Fallon e Ellen DeGeneres.

Enquanto esteve na Casa Branca, Michelle também criou um projeto que incentivava os norte-americanos a se movimentarem mais, dançando e fazendo exercícios. O reality, além de buscar bons dançarinos, poderia contar com um momento motivacional para tirar o público do sofá.

amanda lucidon/white house

Michelle Obama durante visita a hospital: drama médico estrelado por ela faria sucesso

Obama's Anatomy
Séries hospitalares são um sucesso no mundo todo, mas a Netflix ainda não investiu no gênero _apesar de ter em seu catálogo séries como Grey's Anatomy. Lançar uma produção nova, com Michelle Obama em um papel de destaque, seria uma cartada de mestre: uma protagonista carismática em uma atração inclusiva.

Vale lembrar que Michelle já mostrou que leva jeito para a atuação em séries como Parks and Recreation (2009-2015) e iCarly (2007-2012). Ela interpretou a si mesma, mas está mais do que pronta para viver uma personagem fictícia.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook