Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

A Rainha do Sul

Com menos ação estilo MacGyver, série de Alice Braga vira um novelão

Divulgação/USA Network

A atriz Alice Braga na segunda temporada de A Rainha do Sul; série entra em nova fase - Divulgação/USA Network

A atriz Alice Braga na segunda temporada de A Rainha do Sul; série entra em nova fase

JOÃO DA PAZ

Publicado em 29/6/2017 - 6h19

Alice Braga passou por maus bocados na primeira temporada de A Rainha do Sul. Sua personagem teve de engolir drogas e escapar de emboscada, tiroteio e até estupro. Por isso, a atriz brasileira ganhou o apelido de "MacGyver latina" na imprensa. No segundo ano, que estreia nesta quinta (29) no Space, a série perde essa mística e vira um novelão.

"A segunda temporada é mais melodramática", reconheceu Alice em entrevista ao canal USA Network, que exibe A Rainha do Sul nos Estados Unidos. "Há mais histórias dramáticas e interações entre os personagens em comparação com a primeira temporada, na qual a ação era mais física. É uma temporada mais focada nos personagens e em seus dramas do que na luta pela sobrevivência."

Na história, a mexicana Teresa Mendoza (Alice) já ganhou a confiança da traficante Camila Vargas (Veronica Falcón) e se tornou íntima dos negócios do poderoso império de drogas. Após várias provas de lealdade, Teresa é tratada como filha pela criminosa e não precisa mais cumprir tarefas extremas.

Porém, a grande reviravolta apresentada no final da temporada passada, digna de um dramalhão, pode abalar a relação entre as duas. El Guero (Jon-Michael Ecker), ex-namorado de Teresa e capanga do marido de Camila, não morreu, diferentemente do que era contado desde a estreia da série.

Ele foi capturado por agentes da DEA (a agência antidrogas norte-americana) para acabar com as duas partes do cartel dos Vargas, que domina o norte do México e parte do sul dos Estados Unidos. O cartel está dividido: Camila comanda o braço norte-americano, enquanto seu ex-marido, Don Epifanio Vargas (Joaquim de Almeida), se mantém o todo-poderoso no país vizinho.

Triângulo amoroso
A volta de El Guero para a série implica o surgimento de um triângulo amoroso. Teresa tem de um lado James (Peter Gadiot), o homem leal de Camila; do outro, está o namorado "ressurgido das cinzas". Ela ainda ama Guero, mas é inegável a tensão sexual que tem com James, observada até por outros personagens da trama.

Essas mudanças de direção em A Rainha do Sul se devem pela troca de showrunner, pessoa responsável pela atração. Saiu Scott Rosenbaum (The Shield) e entrou Natalie Chaidez. Ela chegou para reforçar o tom dramático da história, como fez em trabalhos anteriores (Heroes, The Client List) na função de roteirista e produtora.

No Space, A Rainha do Sul vai ao ar dublada, com a opção de áudio original e legendas. A estreia da segunda temporada terá episódio duplo, a partir das 22h30, sem intervalos comerciais. A reprise será na quarta (5), às 23h45. A primeira temporada está disponível na Netflix.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?