Narcos

Após críticas a sotaque espanhol, Wagner Moura vai para a Colômbia

Reprodução/Netflix

Wagner Moura é Pablo Escobar em Narcos, da Netflix; apesar dos esforços, sotaque recebeu críticas - Reprodução/Netflix

Wagner Moura é Pablo Escobar em Narcos, da Netflix; apesar dos esforços, sotaque recebeu críticas

REDAÇÃO - Publicado em 09/09/2015, às 10h36

Criticado pelo sotaque de seu espanhol, Wagner Moura embarcou anteontem (7) para Medellín, na Colômbia. O ator baiano viajou quase um mês antes de voltar a encarnar o traficante Pablo Escobar na segunda temporada da série Narcos, da Netflix. As gravações só recomeçam em outubro. De acordo com o assessor de Wagner Moura, o ator vai acompanhar a pré-produção e voltar a ter contato com o idioma.

Ele  desmente rumores de que Moura teria antecipado sua ida à Colômbia para aprender mais o espanhol e se livrar das críticas que sofreu. "Essa viagem já era prevista. Ele foi para a gravação da segunda temporada e foi um pouquinho antes para participar da pré-produção da série. Claro que ele vai se reconectar com a língua também, porque ele ficou esse tempo no Brasil e vai voltar a gravar", explica Rafael Barcellos.

Antes de começar a gravar a série, Wagner Moura, que engordou 18 quilos para interpretar Pablo Escobar, se matriculou na Universidade Bolivariana para aprender o novo idioma. "Antes mesmo de fechar contrato com a Netflix, ele foi para a Colômbia com recursos próprios estudar", lembra o assessor.

Com dez episódios, Narcos é a grande aposta da Netflix para o mercado latino-americano. A série, que narra a saga do traficante colombiano Pablo Escobar e o trabalho da polícia norte-americana para prendê-lo, é falada em espanhol e inglês. O sotaque de Moura tem sido criticado no Brasil e na Colômbia. Nos Estados Unidos, no entanto, a atuação do ator tem sido elogiada pela crítica.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você espera de O Sétimo Guardião?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook