Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Ray Donovan

Agente de Hollywood larga bebida e vira religioso em nova temporada

Divulgação/HBO

Liev Schreiber na quarta temporada de Ray Donovan; personagem se reaproxima da religião - Divulgação/HBO

Liev Schreiber na quarta temporada de Ray Donovan; personagem se reaproxima da religião

JOÃO DA PAZ

Publicado em 1/7/2016 - 4h59

[Atenção: este texto contém spoilers]

A quarta temporada de Ray Donovan, que estreia nesta sexta (1º) na HBO, às 22h, apresenta o protagonista de uma forma inusitada. Donovan (Liev Schreiber) passa a participar de reuniões com um grupo de indivíduos que sofreram abusos de padres na infância, fica longe da bebida e vai à missa na Igreja Católica todos os domingos. É o contrário de sua imagem até a temporada passada, de homem bom de porrada, alcoólatra e infiel. Essa postura de bom moço, no entanto, terá curta duração. 

Ray Donavan é um fixer, profissional que livra seus clientes de problemas, agente muito útil onde mora, em Hollywood (EUA). No caso, seus serviços vão de simples relações-públicas e encobertamento de escândalos de celebridades a algo criminoso.

No final da terceira temporada, Donavan confessou todos os seus pecados e recebeu o perdão do padre Romero (Leland Orser), após sobreviver a uma briga ferrenha com a máfia armênia. Ele se reaproximou da igreja, com a qual vivia uma relação conturbada desde a infância, quando foi molestado por um padre. A decisão de mudar de comportamento e ter uma vida mais pacata foi a solução que ele encontra para não perder sua família, especialmente a filha, Bridget (Kerris Dorsey), que fugiu de casa.

Depois de ficar sem beber durante seis meses e de frequentar missas assiduamente, Donavan ganhará coragem para ir atrás de Bridget e contar que mudou. Ele vê a garota em uma praia de Los Angeles e a surpreende ao pedir-lhe que retorne para casa. Bridget não aceita a proposta, mas o protagonista a convence a voltar pelo menos para um jantar, para que testemunhe sua mudança. O que a personagem vê, no entanto, é um pai ainda instável.

divulgação/hbo

Ismael Cruz Cordova em Ray Donovan; ator interpreta um famoso e problemático boxeador 

Da água para o álcool

Entre a conversa com a filha na praia e o dia marcado para o jantar, Ray voltará a ser quem era seis meses antes. O "reparador" redimido, que passou a recusar trabalhos sujos (como armar um simples esquema de propinas, por exemplo), joga tudo por água abaixo quando ele, sem saída, precisa livrar um amigo de uma enrascada.

O famoso boxeador Hector Campos (Ismael Cruz Cordova) teve um papel importante na recuperação de Donavan; ambos têm uma ligação próxima com o padre Romero. Hector se vê numa encruzilhada que pode afetar sua carreira profundamente. Uma briga com uma mulher envolveu um policial, que o boxeador dominou e o deixou amarrado em um banheiro de um hotel. Ele liga para Donavan e pede ajuda na reparação desse "pequeno" problema.

O fixer não quer se envolver em outra confusão, só que a camaradagem fala mais alto. O plano? Embebedar o policial para tentar, de alguma forma, resolver o contratempo. Sentados em camas separadas, Donavan e o policial começam a conversar enquanto bebem. O agente volta a se embriagar _ironicamente, o policial também teve problemas com bebida no passado. No fim do dia, está bêbado e chega em casa atrasado para o encontro com a filha a quem prometeu estar sóbrio.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

TUDO SOBRE

HBO

Ray Donovan

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
BBB 22: Pegação, ameaça de desistência e queridômetro sacodem edição paz e amorBBB 22: Luciano sabota sonho da fama e se frustra com número de seguidoresFinal de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semana

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas