Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EM CASA COM OS GIL

Preta Gil vive dias de Kardashian e revela casos de família em reality show

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A cantora Preta Gil de trança, sombra rosa nos olhos, batom rosa e blusa rosa

Preta Gil em foto no Instagram; ela se sentiu estrela de reality em projeto com família

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 22/6/2022 - 6h30

Preta Gil já compartilha um bom tanto de sua vida com seus seguidores nas redes sociais, mas agora se tornará participante de reality show e abrirá ainda mais da intimidade para o público. A cantora faz parte de Em Casa com os Gil, mistura de reality com série documental que estreia no Prime Video, streaming da Amazon, nesta sexta (24). Ela mesma diz que se sente uma Kardashian no programa. "Eu sou a Kim", afirma.

A frase, uma brincadeira, é dita logo nas primeiras cenas da atração, que mostram Preta chegando à residência de seu pai na região serrana do Rio de Janeiro. Em Casa com os Gil retrata a temporada, em 2021, em que todos os filhos, netos, noras e genros se reuniram no local para confraternizarem e planejarem a próxima turnê de shows de Gilberto Gil, que terá vários membros da família na banda. 

Dezenas de câmeras escondidas e microfones captaram momentos da convivência. Há cenas, por exemplo, de Preta se deixando ser maquiada por sua neta, Sol, e dela chamando a atenção de um sobrinho durante uma discussão.

"A gente agiu da forma mais natural possível, todo mundo se sentiu literalmente em casa. Teve convívio natural do que a gente é no dia a dia, com conflitos, sim. Meu pai implicando com time de futebol, o Bento [sobrinho] que tá ali o tempo todo instigando discussões. A série é muito fiel ao que a gente é de verdade", conta ela. 

A atração também retrata conversas íntimas da família, em que os parentes abrem o coração sobre casos e histórias que viveram --como o período em que Gil viveu exilado em Londres, durante a Ditadura Militar (1964-1985), tratamentos de saúde e representatividade na sociedade:

A gente fala muito sobre representatividade. É algo que pode parecer fluido, mas pra quem se vê espelhado numa série é muito importante. A gente é uma família diversa, mista, meu pai misturou muito a gente, muitos gostos, cheiros. Esse é o DNA da nossa família, fica muito claro. Temos nossos conflitos, nossas questões, elas são naturais e são discutidas na intimidade.

"A gente passa uma verdade do que é pra nós sermos negros mestiços, o que cada um na sua geração passou em alguns preconceitos, algumas opressões, temos a diversidade dentro da nossa família também. As pessoas vão se identificar por a gente falar disso da forma mais natural possível", acredita Preta.

Gil corrobora a visão de sua filha: 'Nosso trabalho era oferecer uma jornada audiovisual que fosse interessante para o público. Como se referem à Preta como uma Kardashian, em que medida nossa família poderia suprir esse papel de estar em foco como um grupo interessante, que despertasse interesse por seu discurso, desempenho, voz, música, seu convívio? O desafio era como a gente fazia um trabalho que tivesse receptividade, propriamente enquadrado nesse campo atual da visão documental que o audiovisual possibilita". 

Além dos cinco episódios que estreiam no Prime Video nesta semana, uma segunda temporada já está confirmada: Viajando com os Gil mostrará, enfim, os bastidores e a rotina durante a turnê de shows que farão na Europa, nos próximos meses.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.