Novela das seis

Sol Nascente: Enlouquecido, César mata comparsa por ciúme de Sinhá

Reprodução/TV Globo

Rafael Cardoso (César) em cena de Sol Nascente; vilão preparará arapuca para parceiro - Reprodução/TV Globo

Rafael Cardoso (César) em cena de Sol Nascente; vilão preparará arapuca para parceiro

ODARA GALLO - Publicado em 26/01/2017, às 06h05

César (Rafael Cardoso) dará sinais de loucura e cometerá um assassinato nos próximos capítulos de Sol Nascente. Tomado pelo ciúme da avó, ele dará um tiro em João Amaro (Rafael Zulu) e deixará Sinhá (Laura Cardoso) arrasada. A vilã terá que passar por cima da tristeza e agir rápido para livrar o neto da culpa pelo crime.

A frieza com que é tratado pela vovó bandida começará a incomodar César, que mostrará uma irritação além da comum ao ver o carinho com que ela trata João Amaro. Na cena, que vai ao ar dia 2, Sinhá aparecerá comemorando o sucesso de seu novo cassino e não poupará elogios ao pupilo.

"Muito desse sucesso cabe a você, João Amaro. Você tem se empenhado e se dedicado muito. Estou gostando de ver", dirá ela. "A madrinha sabe que faço tudo pela senhora", responderá João. "Porque tem a cabeça no lugar. Ainda bem que não se deixou levar pela paixão por aquela caiçara. Ao contrário do César que caiu de amores pela Alice [Giovanna Antonelli] e quase põe tudo a perder", comparará a bandida.

O vilão ficará furioso com a cutucada e explodirá. "Qual é, vó? Agora sou obrigado a ficar ouvindo a senhora elogiar esse cara e dizer que eu não sirvo pra nada?", indagará ele. João Amaro tentará colocar panos quentes, mas levará um fora do comparsa. "Não falei com você. Não se mete! Nem da família você é! Quer saber? Vou cuidar do que me interessa!", falará, antes de sair cuspindo fogo.

Na sequência, César ficará sabendo que Wagner (Felipe Mago) continua vivo e contará para a avó que João Amaro não executou o serviço de eliminar a testemunha como foi ordenado. Sinhá, no entanto, terá uma reação mais amena do que o neto espera.

"E aí, vovozinha, depois dessa lambança, vai continuar dizendo que o João Amaro é mais competente do que eu?", questionará o bandido. "Essa briga não é entre nós. Nossos inimigos são outros. João Amaro é praticamente seu irmão", ponderará Sinhá. "Não, não é! Eu sou filho único. Neto único. João Amaro não é nada. Nada!", reagirá César, furioso.

Enlouquecido, o neto da bandida preparará uma armadilha para o comparsa. Ele fingirá que quer fazer as pazes e o convencerá a sair para aproveitar a noite. No meio da estrada, César pedirá que João Amaro pare o carro e dará um tiro nele. "Vemos Amaro caindo, em slow [câmera lenta], sem mostrar seu rosto. O rosto impassível e alucinado de César, no absoluto silêncio", descreve o roteiro entregue aos atores.

Ao saber da morte do pupilo, Sinhá ficará arrasada e deduzirá que foi o neto quem cometeu o assassinato. Com frieza, ela resolverá a questão plantando a arma do crime na casa de um importante personagem da novela.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de Sol Nascente

Outras novelas

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook