Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CLÁSSICO DA MANCHETE

Parceira da Globo negocia versão da novela Dona Beija com a Netflix

REPRODUÇÃO/MANCHETE

Maitê Proença com uma joia e o cabelo entrelaçado, usando um vestido luxuoso

Maitê Proença como Dona Beija: novela clássica da Rede Manchete (1983-1999) ganhará remake

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 21/9/2021 - 16h16

A produtora Floresta, que é parceira da Globo em produções como Anjo de Hamburgo e Rio Connection, está produzindo um remake da novela Dona Beija, exibida pela Rede Manchete (1983-1999) em 1986. O folhetim de Wilson Aguiar Filho será atualizado para incluir discussões atuais. A Netflix negocia para que a atração entre com exclusividade para seu catálogo.

Os trabalhos na nova Dona Beija já existem desde o fim do primeiro semestre deste ano. O Notícias da TV procurou as empresas em julho para confirmar a produção e a negociação sobre Dona Beija, mas ambas negaram naquela ocasião.

Em comunicado, agora a Floresta confirmou que comprou os direitos e que a adaptação está nas mãos de dois autores, que escrevem o roteiro. Um deles é premiado: Antônio Barreira, português que venceu o Emmy Internacional de melhor novela em 2010 por Meu Amor, da TVI. Ele foi o primeiro lusitano a vencer a maior premiação da televisão internacional.

Junto a Barreira está a roteirista Renata Jhin, que nessa adaptação assina a autoria da sua primeira novela. Renata é filha da também autora Elizabeth Jhin, que trabalhou na Globo entre 1991 e 2021, onde escreveu folhetins que falavam de espiritismo, como Escrito nas Estrelas (2010), Além do Tempo (2015) e Espelho da Vida (2018).

A Netflix negocia com a Floresta (que é de propriedade da Sony) para ter a produção em seu catálogo. A empresa escondeu que produzia a novela, mesmo com a informação já circulando no mercado deste o junho. A plataforma de streaming quer Dona Beija para inaugurar seu catálogo de novelas inéditas --produções próprias também são estudadas.

As gravações do folhetim começam apenas no ano que vem. Dona Beija será uma obra fechada, como tem feito a Globo, a maior produtora do gênero, durante a pandemia de Covid-19. Ou seja, ela irá ao ar totalmente roteirizada e editada. Ainda não se tem uma ideia de quando o folhetim estreará.

Dona Beija na Manchete

A versão mais conhecida de Dona Beija foi ao ar entre 31 de março a 11 de julho de 1986, com 89 capítulos. Foi o primeiro grande sucesso na teledramaturgia da Rede Manchete. A novela foi protagonizada por Maitê Proença e Grancindo Júnior, que ficaram marcados por seus papéis.

A novela foi baseada em dois livros: Dona Beija, A Feiticeira do Araxá, de Thomas Othon Leonardos; e A Vida Em Flor de Dona Beija, de Agripa Vasconcelos.

Ambos contam a história da corajosa Ana Jacinta de São José, a Dona Beja, que vivia em Araxá, cidade do interior de Minas Gerais. Ela escandalizou a todos com seus costumes e comportamentos arrojados para a época. Além da Manchete, o SBT reprisou a novela em 2009.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas