Pupilo de Anitta

Ex-Rebelde revela insegurança para atuar e volta à TV para alavancar música

João Miguel Jr/TV Globo

Micael Borges volta à Globo depois de oito anos em O Tempo Não Para, nova novela das sete - João Miguel Jr/TV Globo

Micael Borges volta à Globo depois de oito anos em O Tempo Não Para, nova novela das sete

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 28/07/2018, às 06h26

Sumido da TV há seis anos, Micael Borges fará um golpista que vai "pegar" todas em O Tempo Não Para. Colega de Chay Suede, Sophia Abrahão, Arthur Aguiar, Lua Blanco e Melanie Fronckowiak em Rebelde, da Record, ele foi o único da banda formada na trama que investiu só na música de 2012 para cá. O cantor revela que está inseguro na volta ao trabalho de ator e que fazer a novela é uma estratégia para emplacar na música.

Depois do folhetim infantojuvenil, que teve duas temporadas, Borges fez só a participação no filme Alemão (2014), que virou minissérie da Globo. Mantém seus fãs e faz muitos shows, mas está longe de ser um sucesso como Anitta, a cantora que virou sua empresária no ano passado.

"Primeiro não ia rolar [voltar para a TV] porque a gente estava com a opção de seguir na música. Na real, eu estou 100% ligado à música. A gente estava desenvolvendo um trabalho musical. Aí, depois, a gente achou que seria legal a possibilidade de estar no ar para dar uma reforçada no trabalho musical", revela o cantor. 

Ele conta que tem bastante material gravado para ser lançado. "Aí falamos: 'Já que está tudo engatilhado, vamos fazer um trabalho na TV para o público me conhecer mais'", explica o músico de 29 anos.

Borges lançou a canção Sem Ela Não Dá e diz que o suporte da Anitta e de toda a sua assessoria é muito bom. "Ela é bem experiente, quando não é ela diretamente, ela aciona alguém da equipe. Apesar dela estar sempre na correria, ela está ligada em tudo", elogia.  

reprodução

Mel Fronckowiak, Chay Suede, Micael Borges, Sophia Abrahão, Arthur Aguiar e Lua Blanco

Pensar em emplacar na música não quer dizer que o cantor não esteja bem na novela que estreia nesta terça (31) no lugar de Deus Salve o Rei nem que não esteja curtindo. Ele afirma que está encantando em poder trabalhar com "monstros" como Christiane Torloni e Milton Gonçalves.

Na trama, ele faz o golpista Laércio, mais conhecido como Lalá. O personagem finge que é personal trainer, mas seu diploma é falsificado. O trabalho serve de ponte para ele conhecer mulheres, como Carmem (Cristiane Torloni), a primeira com quem aparecerá tendo um "rolo".

O negócio de Laércio é tirar vantagem, não necessariamente dinheiro. "É uma troca. Ele se envolve com mulheres mais velhas e dá o que elas precisam", diz Borges.

O charlatão é filho de Eliseu (Milton Gonçalves), um homem honesto e trabalhador, que sobrevive catando lixo reciclável e se envergonha do caráter do filho. Gonçalves tem 84 anos. As primeiras cenas com o veterano deixou o novato tenso. "Ainda estou bem inseguro. Mas, com a preparação e colegas incríveis e generosos, estou conseguindo", declara.

reprodução/tv Globo

Micael Borges com Bianca Bin e Daniel Dalcin; trio integrou elenco de Malhação em 2009

Ele conta que todo mundo o ajuda no set e entendem seu lado porque ele estava havia um bom tempo sem atuar. Fala também que ficou nervoso ao contracenar com Torloni. "Estudei muito as cenas. Ela tirou um sentimento verdadeiro de mim na hora, me fez rir de verdade. Ela é incrível", comenta. 

Laércio deve dar o que falar porque vai ter esse lado "pegador" e aproveitador, o que torna o trabalho mais interessante. Ser odiado pelo público é uma das coisas que o ex-Rebelde espera que aconteça.

Para fazer um homem que se passa por personal trainer, Micael Borges começou a malhar mais e ganhou mais músculos. "Pelo fato de ele se envolver com várias mulheres, eu trouxe isso, ele cuida do corpo para seduzir. Não sei quanto eu ganhei de massa [muscular], mas posso dizer que estou mais gostosinho", diz, aos risos. 

O Tempo Não Para é ambientada em São Paulo. Começa em 1886 mostrando a vida da família de dom Sabino (Edson Celulari), que embarca em um navio rumo à Europa. Um naufrágio acontece na Patagônia, e a trama salta para 2018 para mostrar que os passageiros sobreviveram congelados por 132 anos.

Borges fez Malhação na Globo em 2009 e uma participação em Cidade dos Homens em 2002. Ele não é o único ex-Record a integrar o elenco da nova novela das sete. Tem outros atores que passaram pela concorrente na trama, que marca a volta de Rafaella Mandelli à Globo após 12 anos fora da emissora. 

Últimas de O Tempo Não Para

Resumos semanais

Resumo dos capítulos da novela O Tempo Não Para - Notícias da TV

Sábado, 26/1 (Capítulo 155)
Resumo do capítulo não será divulgado pela emissora. Segunda, 28/1 (Capítulo 156)
Resumo do capítulo não será divulgado pela emissora.


Os capítulos de O Tempo Não Para são fornecidos pelas emissoras; sujeitos a alteração ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é a mãe mais surtada de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook