Novela das onze

Em Verdades Secretas, Larissa será rejeitada por cliente: 'Está fedida'

Reprodução/TV Globo

Grazi Massafera e Flavio Tolezani em cena gravada na Cracolândia cenográfica de Verdades Secretas - Reprodução/TV Globo

Grazi Massafera e Flavio Tolezani em cena gravada na Cracolândia cenográfica de Verdades Secretas

REDAÇÃO - Publicado em 09/08/2015, às 05h57

O poço não terá fundo para Larissa, personagem de Grazi Massafera em Verdades Secretas. Viciada em drogas e morando na Cracolândia, ela será recusada por um antigo cliente de book rosa nos próximos capítulos da novela das onze da Globo. Ele argumentará que a ex-modelo está "esquelética", "fedida" e "nojenta" e não fará sexo com ela. Larissa não aceitará ir embora sem o dinheiro do programa e ameaçará agredir o executivo com um pedaço de vidro.

Ao abrir a porta do quarto de hotel para Larissa, o antigo cliente (ator ainda não definido) ficará decepcionado. "Que cara é essa? Parece que viu fantasma. Sou eu, Larissa!", dirá a ex-modelo. "Eu sei que você é a Larissa. Mas tá muito diferente da Larissa que eu conheci. Você tá cheirando mal, tá nojenta", responderá o executivo.

"Como assim? Não sou mais a mesma? Eu sou eu!", insistirá Larissa, chocada. O cliente continuará com o esculacho: "Eu já disse, tá fedida. Não toma banho faz quanto tempo? Dias, semanas?". Afetada pelas drogras, Larissa demonstrará confusão. "Eu nem sei, que importa? Quer que eu tome um banho, eu tomo um banho. Me espera na cama", proporá.

O executivo a rejeitará mesmo assim. Dirá que ela está esquelética, com a pele amarelada. "Ah, eu devia ter sacado só de te ver. Você virou drogada, tá com cara de viciada. Não é mais a Larissa que eu curtia. É melhor ir embora. Não tô afim de você. Vou deletar teu número. Não te chamo mais".

A ex-modelo aceitará o fora, mas exigirá o dinheiro. "Você chamou, eu vim. Podia estar com outro cliente, te dei preferência. Vim, se quiser a gente vai pra cama. Se não quer, problema teu. O meu eu exijo. Eu tô aqui, cumpri minha parte do trato. Cumpre a tua", afirmará. O executivo alegará seus direitos de consumidor: "Você não é a mesma, já te disse. Tá fedida. Quem gosta de puta fedida?".

Ofendida, Larissa terá uma reação agressiva. Pegará um vaso e jogará na parede. "Eu vou quebrar tudo aqui se não me pagar. Vai ver o tamanho do preju", ameaçará ela, quebrando um cinzeiro e atirando um quadro ao chão. Por fim, pegará uma garrafa, quebrará o fundo e partirá para cima do cliente. "Também posso fazer uma tatuagem na tua cara. Agora. Paga ou não paga?", ameaçará.

Assustando, o cliente pegará um envelope com dinheiro e entregará para Larissa. "Tá vendo? Era melhor ter pago de cara", dirá ela, de saída.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que jornalista está fazendo o melhor trabalho durante a pandemia?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook