Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novela das sete

Deus Salve o Rei: Augusto descobre que guerra é armação de Rodolfo e Catarina

Reprodução/Globo

O rei Augusto (Marco Nanini) se assustará ao descobrir os planos malignos de sua filha - Reprodução/Globo

O rei Augusto (Marco Nanini) se assustará ao descobrir os planos malignos de sua filha

REDAÇÃO

Publicado em 4/3/2018 - 6h59

Rei Augusto (Marco Nanini) ficará chocado ao saber o que a filha é capaz de fazer para ficar mais poderosa em Deus Salve o Rei. Nos próximos capítulos da trama das sete, ele descobrirá que Catarina (Bruna Marquezine) tentou matá-lo e armou a guerra de Artena contra Montemor com Rodolfo (Johnny Massaro). O monarca a confrontará e dará um tapa na cara da filha, que mesmo assim não desistirá de seus planos malignos.

Na guerra combinada entre Montemor e Artena, o castelo de Catarina será invadido pelos inimigos. Rodolfo se aproximará da princesa. 

"Essa guerra... Tudo que fiz, foi apenas para chegar até aqui", dirá o personagem de Johnny Massaro, com ar misterioso. "E finalmente chegou", responderá ela. Em vez de matá-la ou prendê-la, Rodolfo a beijará.

Augusto vai flagrar esse momento e reagirá com espanto. "Mas... O que significa isso?!", perguntará, surpreso. "Diga que eu estou louco. Diga que você não armou tudo isso em conluio com Rodolfo", implorará o rei.

"Eu fiz o que era necessário, meu pai. E tudo o que fiz foi pelo bem de Artena. Foi um caminho longo e tortuoso, mas muito bem-sucedido", justificará a personagem de Bruna Marquezine. "Foi uma guerra!", gritará Augusto.

"Então desde o princípio... Agora tudo faz sentido", perceberá ele. A fala do rei será coberta por imagens da discussão em que Rodolfo o ameaçou, possibilitando que Catarina jogasse nele a culpa pelo atentado. "Não... Você não seria capaz de fazer isso com seu próprio pai!", disparará o rei, decepcionado.

"A flecha deveria apenas ter lhe acertado de raspão", argumentará Catarina. "Foi um erro do arqueiro. Eu jamais desejei que aquela flecha pusesse vossa vida em risco", emendará ela, assumindo ser a mandante do atentado.

"Isso é muito pior do que uma flecha cravada em meu peito. E tudo isso para que você desse então a cartada final. E Rodolfo pudesse então declarar guerra de uma forma que parecesse legítima a todos", deduzirá o monarca.

A princesa, então, dirá para o pai que provocar uma guerra foi a maneira que conseguiu de unir os dois reinos. "Era a única alternativa que me restava! A única chance de me libertar do destino que o senhor determinou para mim. Ser uma princesa sem poder, tendo sempre que me calar e aceitar todas as decisões de um rei hesitante e fraco!", disparará ela.

"Você está ouvindo o que está dizendo? Centenas de pessoas morreram! Artena está destruída!", retrucará Augusto. "Se o senhor tivesse permitido o meu casamento com Rodolfo desde o início, muitas vidas teriam sido poupadas. O sangue desses inocentes também está em vossas mãos!", acusará ela.

"Meu Deus! O quão cego pode ser um pai diante da índole de um filho?! Eu realmente não sei quem é a mulher que está diante de mim", lamentará o personagem de Marco Nanini. "Uma mulher a quem o senhor sempre subestimou", rebaterá a filha, na cena que está prevista para ir ao ar no dia 8.

Augusto será enviado para um exílio pela própria filha, e Rodolfo dirá a Afonso (Romulo Estrela) que ele fugiu e abandonou Catarina. "Augusto jamais faria isso", dirá o mocinho. "É, as pessoas nos surpreendem, Afonso", mentirá Rodolfo.

Últimas de Deus Salve o Rei


Outras Novelas

Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?