Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

I Love Paraisópolis

Ben e Mari são ameaçados pela máfia, e Grego decide matar Dom Peppino

Reprodução/TV Globo

Mari (Bruna Marquezine) e Ben (Maurício Destri) receberão encomenda assutadora - Reprodução/TV Globo

Mari (Bruna Marquezine) e Ben (Maurício Destri) receberão encomenda assutadora

ODARA GALLO

odara@noticiasdatv.com

Publicado em 30/9/2015 - 5h00
Atualizado em 30/9/2015 - 5h30

Benjamin (Maurício Destri) e Mari (Bruna Marquezine) receberão mais uma ameaça da máfia nos próximos capítulos de I Love Paraisópolis, novela das sete da Globo. O arquiteto encontrará na porta de casa um envelope com uma bala de revólver dentro e ficará intrigado. Ao saber da ameaça, Grego (Caio Castro) decidirá matar Dom Peppino (Lima Duarte), mas pedirá autorização de Margot (Maria Casadevall) para concluir a missão.

“A próxima vem voando”, estará escrito no bilhete deixado junto com a munição. “Ben guarda o cartucho no bolso, preocupado, e o bilhete. Ele vai até a cama e faz um carinho em Mari, que dorme alheia a tudo, e a beija suavemente”, diz a descrição da cena, prevista para ir ao ar no dia 10. Ben ficará tão perturbado que terá pesadelos a noite inteira e não conseguirá esconder a ameaça da mulher. “Meu Deus, isso é uma ameaça muito séria. A gente tem que avisar a polícia”, dirá ela. “Se a gente chamar a polícia agora, vai acabar chamando a atenção. Melhor a gente dormir”, decidirá ele.

Muito preocupada, Mari pedirá ajuda para Grego. “Uma bala pelo correio, e um bilhete, dizendo que a vítima nem vai ver a próxima. Mais uma ameaça do Dom Peppino”, deduzirá a mocinha. “Só tem um jeito: passar o véio. É a lei da sobrevivência, tá ligada? Quem não caça acaba sendo caçado, tá ligada?”, sentenciará o bandido. “Não diz uma coisa dessa, Grego. Nem de brincadeira. Eu não quero saber dessa lei. Esquece esse assunto, esquece que eu te falei alguma coisa”, pedirá Mari.

Cada vez mais envolvido com Margot, Grego sabe que a arquiteta não o perdoará se descobrir que ele fez Justiça com as próprias mãos. Então ele decidirá pedir a autorização dela para matar o mafioso. “Eu preciso te fazer uma consulta. É um negócio chato aí, uma parada que tem que ser feita, pra desembaraçar uma pá de coisa”, começará, buscando palavras. “Eu quero a sua permissão pra derrubar o velho! O Dom Peppino!”, dirá ele.

Margot ficará em choque com o pedido do namorado. “Ficou louco? Você tá me pedindo autorização pra matar uma pessoa? “Eu não tô acreditando nisso. Você me prometeu que ia mudar, esqueceu?”, responderá ela. “Com o Dom Peppino é o único jeito. Já viu gente rica ir pra cadeia? Você quer que a Maria fique órfã? Que ela cresça sem conhecer o pai?”, questionará Grego.

Mas nem o argumento envolvendo o futuro da filha fará a arquiteta mudar de ideia. “Eu vivo num mundo onde a vida de uma pessoa não pode ser tirada, por mais horrível que essa pessoa seja. Todos têm direito a um julgamento justo e a pagar pelos seus crimes diante da lei! Não quero mais falar nisso. Chega!”, dirá ela. Mesmo assim, Grego fará uma ligação misteriosa, dando a entender que não pretende seguir o conselho a namorada. “Vai. Vai quente”, dirá ao telefone, enigmático.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro


Últimas de I Love Paraisópolis


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas