Análise

Após começo promissor, I Love Paraisópolis decepciona e cai no Ibope

Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine preocupada em I Love Paraisópolis: trama perdeu um ponto a cada dois meses - Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine preocupada em I Love Paraisópolis: trama perdeu um ponto a cada dois meses

DANIEL CASTRO - Publicado em 05/11/2015, às 05h39

Quando entrou no ar, em maio, I Love Paraisópolis despontava como uma promessa de audiência robusta para a faixa das 19h30 da Globo. Logo em seu primeiro mês, cravou 25 pontos de média, algo que sua antecessora, Alto Astral, não conseguira nem na reta final. Passados seis meses, o "estouro" de Paraisópolis ficou só na promessa. A audiência caiu 13% desde então. Em outubro, a média foi de 22 pontos. No Ibope da Grande São Paulo, virou uma novela das sete como outra qualquer.

As notícias de que, em muitos dias, I Love Paraisópolis tinha mais audiência do que Babilônia, a produção das nove, ajudou a criar uma imagem de novela bem-sucedida. Mas os números de audiência mostram que o público foi aos poucos se decepcionando com o retrato fantasioso de uma das maiores favelas do país. Não era a novela das sete que era forte. Era a das nove que era fraca. Hoje, A Regra do Jogo, em um cenário mais competitivo, já encosta nos 30 pontos. Paraisópolis estacionou nos modestos 20 e poucos.

Paraisópolis não segurou o bom desempenho inicial porque o telespectador não "comprou" Caio Castro como "bandidão" (tanto que Lima Duarte teve que se improvisar como vilão), não assimilou a presença de mafiosos no quintal do PCC e não se empolgou com o conto de fadas dos mocinhos de Bruna Marquezine e Mauricio Destri. A novela só não foi um fiasco porque seus autores tiveram habilidade de criar boas tramas e personagens secundários. E porque tem uma vilã carismática defendida por Letícia Spiller.

A novela que termina nesta sexta-feira (6) ainda terá a melhor média das últimas três produções do horário: 24 pontos na Grande São Paulo, contra 22 de Alto Astral e 19 de Geração Brasil. Em uma época em que a novela das nove sofre para marcar 25 e que o Jornal Nacional é saco de pancadas de uma produção bíblica da Record, Paraisópolis apresentou um bom resultado. Mas o gráfico decrescente (perdeu um ponto de média a cada dois meses) indica que falhou na missão de reconquistar público para o horário. Pelo contrário, um de cada dez telespectadores que a viram em maio hoje estão fazendo outra coisa. Por exemplo, assistindo ao Cidade Alerta, que levanta Os Dez Mandamentos, que derrota o JN, que não termina forte para ajudar A Regra do Jogo...


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de I Love Paraisópolis

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook