PROGRAMAÇÃO

Record reage a vexame, corta espaço da igreja e põe jornal às 5h da manhã

Reprodução/Record

O apresentador Bruno Peruka no Balanço Geral desta terça (13): telejornal vai tirar uma hora da igreja - Reprodução/Record

O apresentador Bruno Peruka no Balanço Geral desta terça (13): telejornal vai tirar uma hora da igreja

DANIEL CASTRO - Publicado em 13/08/2019, às 20h07

A Record decidiu implantar uma medida que vem estudando há algum tempo, sempre adiada por causa da força dos bispos da Igreja Universal do Reino de Deus. A partir desta quinta-feira (15), o Balanço Geral Manhã começará às 5h da manhã na Grande São Paulo, cortando uma hora da igreja Universal. O sacrifício é uma resposta ao vexame que a emissora passa todos os dias no Ibope. No começo da manhã, a rede tem seu pior desempenho. Seu jornalismo fica em terceiro lugar e dá menos da metade da audiência do SBT no principal mercado do país.

A Igreja Universal perderá espaço, mas sua programação, atualmente no ar a partir de 1h15, começará um pouco mais cedo. A igreja é o principal cliente da Record. Estima-se que ela investe na emissora mais de R$ 500 milhões por ano. Atualmente, sua programação tem uma hora de pregação de Edir Macedo, dono da Record e líder da Universal.

A partir desta quinta, o Balanço Geral Manhã (BGM), apresentado por Bruno Peruka, irá ao ar das 5h às 7h. O São Paulo no Ar, com o ex-Globo André Azeredo, continuará das 7h às 8h55.

Com o BGM começando mais cedo, a Record acredita que irá melhorar a audiência do telejornal e, consequentemente, elevará toda a sua grade matinal. Atualmente, quando o BGM entra no ar, Globo e SBT já têm duas horas de jornalismo ao vivo, com Hora 1 e Primeiro Impacto. O resultado é um verdadeiro vexame.

Na madrugada de ontem (12), por exemplo, a programação da Igreja Universal marcou 0,4 ponto das 4h às 6h, enquanto o Hora 1 cravou 5,8 e o Primeiro Impacto, 3,1. Na sequência, das 6h às 7h, o BGM conseguiu levantar o ibope da Record para 1,9, desempenho baixo diante da concorrência: nessa hora, o SBT marcou 4,7 e o Bom Dia São Paulo, 9,4.

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Leia também

Comentários

Carregando… Carregando...