Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

EXCLUSIVO!

Em dois anos, canais pagos perdem um quarto do público para o streaming

Divulgação/AMC

Negan, personagem de Jeffrey Dean Morgan, enfrenta zumbis em cena da décima temporada de The Walking Dead

Negan, personagem de Jeffrey Dean Morgan, enfrenta zumbis em The Walking Dead: Fox ladeira abaixo

DANIEL CASTRO

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 27/1/2020 - 5h27

Os canais infantis, de séries e de filmes foram os que mais perderam audiência nos últimos três anos, quando a TV por assinatura passou a sofrer uma debandada para o streaming. Líderes no ranking dos canais mais vistos até 2018, Discovery Kids e Cartoon Network perderam no ano passado a dianteira para o Sportv e para o Viva. Viram seu público encolher cerca de 30% de 2017 para 2019.

Dados da  Kantar Ibope Media obtidos com exclusividade pelo Notícias da TV mostram que os dois canais, que registravam média diária de mais de 280 mil telespectadores por minuto em 2017, fecharam 2019 abaixo dos 200 mil.

Canais de filmes mais vistos da TV por assinatura, TNT e Megapix também perderam telespectadores: 21% nos últimos dois anos. No mesmo período, o Fox Channel encolheu 30% na audiência e foi ultrapassado pelo AXN no segmento de séries.

Os números escancaram que os hábitos dos telespectadores brasileiros estão mudando. Mais conectados do que os adultos, crianças e adolescentes já não privilegiam o televisor. Consomem seus programas preferidos em celulares e tablets. Escolhem o que querem ver em plataformas como Netflix, YouTube, Now e nos streamings dos canais lineares que deixaram de assistir.

Movimento semelhante ocorre com filmes e séries de TV, hoje mais fartos na internet. A exceção nesse segmento é o AXN, que se estabilizou na quinta posição. Assim como os canais esportivos e de notícias, que se beneficiam do conteúdo ao vivo, o AXN e o Discovery Channel resistem à sangria de público.

Na média geral, audiência dos canais pagos caiu 10% no ano passado, em linha com a perda de assinantes --em novembro, segundo a Anatel, a TV por assinatura fechou pela primeira vez desde 2012 abaixo dos 16 milhões de clientes em todo o país. O setor está em crise desde 2015, mas a audiência só começou a cair em 2017. Desde então, acumula uma queda de 24%.

Sportv, Viva e Discovery em alta

Líder no ranking dos mais vistos em 2019 (veja abaixo), o Sportv manteve o mesmo 0,29 ponto que tinha em 2018, mas cresceu dois décimos em relação a 2017. A GloboNews caiu um décimo em relação a 2018, ano de eleições, mas repetiu a marca de 2017.

Na contramão dos canais de entretenimento, Discovery Channel e Viva apresentaram crescimentos robustos. O canal de reprise de novelas da Globo cresceu impressionantes 65% em relação a 2018 graças a títulos como O Cravo e a Rosa (2000) e Terra Nostra (1999). Na comparação com 2017, no entanto, o Viva subiu apenas 7%.

O Discovery Channel, que se define como um canal de "entretenimento da vida real e estilo de vida", viu sua audiência aumentar 17% em dois anos e cravou um lugar entre os dez mais vistos.

Confira o ranking dos canais pagos em 2019. Os dados se referem à audiência nos 15 mercados medidos pela Kantar Ibope, todos os públicos, em indivíduos, na média das 24 horas:

1º) Sportv: 206.213 telespectadores (0,29 ponto); estável;
2º) Viva: 206.213 (0,29), em alta;
3º) Discovery Kids: 199.103 (0,28), em queda;
4°) Cartoon Network: 191.992 (0,27), em queda;
5°) AXN: 142.216 (0,20), estável:
6°) Megapix: 135.105 (0,19), em queda;
7°) Discovery Channel: 120.884 (0,17), em alta;
      GloboNews: 120.884 (0,17), estável;
      TNT: 120.884 (0,17), em queda;
10°) Discovery Home & Health: 106.662 (0,15), em alta;
        Fox Channel: 106.662 (0,15), em queda;
        Gloob: 106.662 (0,15), estável:
        Universal TV: 106.662 (0,15), estável;
14°) Nickelodeon: 99.552 (0,14), em queda;
         Warner: 99.552 (0,14), estável:
16°) Multishow: 92.441 (0,13), em queda;
         Space: 92.441 (0,13), em queda;
18°) Fox Sports: 85.329 (0,12), estável;
19º) Sportv 2: 78.219 (0,11), estável;
20º) Boomerang: 71.108 (0,10), em queda;
         Disney Channel: 71.108 (0,10), em queda;
         ID: 71.108 (0,10), estável;
         Telecine Action: 71.108 (0,10), estável;
         Telecine Pipoca: 71.108 (0,10), estável;
         Telecine Premium: 71.108 (0,10), estável;


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?