TRAUMA

Prima de Gugu vem de Miami para velório e tem celular furtado no enterro

Fotos: Notícias da TV

Maria Tereza Pereira, prima de Gugu, fala com a imprensa após ser furtada no enterro do apresentador em São Paulo

A empresária Maria Tereza Pereira, prima de Gugu Liberato, que foi furtada no enterro do apresentador

ELBA KRISS - Publicado em 29/11/2019, às 16h04

O enterro de Gugu Liberato (1959-2019) terminou em caso de polícia na tarde desta sexta-feira (29), no Cemitério Gethsêmani, no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo. A cerimônia chegou ao fim com carros da Polícia Militar no portão do local e a detenção de três homens suspeitos de furtar celulares de populares e até de familiares do apresentador.

Foi o caso de Maria Tereza Pereira, de 66 anos. Ela conta que é prima de Gugu Liberato e veio especialmente de Miami, nos Estados Unidos, para se despedir do apresentador e confortar a família. A empresária de eventos teve seu aparelho furtado ao passar pela multidão na saída do enterro.

"A gente vem se despedir de um ente querido e passa por isso", reclamou ao reconhecer seu celular nas mãos de um PM. "Eu estava saindo da área reservada aos familiares, tinha uma van na saída e uma aglomeração de gente querendo chegar perto. Foi questão de um segundo. Quando vi, minha bolsa estava aberta e percebi que levaram meu celular", narrou a vítima.

Policiais reúnem suspeitos de furtarem celulares durante o enterro de Gugu nesta sexta (29)

"Eu estava indo embora sem meu celular, mas vi a polícia aqui na porta, pedi para minha irmã parar o carro e reconheci meu aparelho na mão do policial", completou. "É meu mesmo, provei isso ao desbloquear na frente do policial. Estou recém-operada e agora tenho que ir na delegacia para fazer o boletim de ocorrência e recuperar meu aparelho", finalizou.

Durante o enterro, a imprensa recebeu um alerta de que furtos estariam acontecendo no meio da aglomeração. A chegada do corpo de Gugu ao local causou tumulto entre os populares, que queriam chegar perto do carro do Corpo de Bombeiros. Ao final da cerimônia, mais um rebuliço marcou a saída dos parentes. Fãs queriam estar próximos dos familiares. Foi nesse momento que os meliantes agiram.

Maria Tereza não foi a única vítima. Em questão de minutos, outras pessoas furtadas apareceram para reclamar seus aparelhos diante da polícia e dos suspeitos. De acordo com a PM, cerca de oito aparelhos foram encontrados com os suspeitos. Todos foram encaminhados para a 34ª Delegacia de Polícia Civil, no Butantã.

Confira vídeo em que Maria Tereza relata o furto:

O apresentador e empresário Gugu Liberato foi enterrado em uma cerimônia marcada por aplausos e pela emoção de fãs e amigos. O apresentador foi sepultado no mesmo jazigo e exatamente dez anos depois do pai, Augusto Claudino Liberato, morto em 28 de novembro de 2009.

Gugu sofreu um acidente doméstico em 20 de novembro, em Orlando, onde morava. A morte foi confirmada dois dias depois. Ele sofreu uma queda acidental de cerca de quatro metros em sua casa quando fazia um reparo no ar-condicionado. 

Tudo sobre

Gugu Liberato

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook