Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DEBATE SOBRE MACHISMO

No Pânico, Boca Rosa é interrompida por Emílio Surita e se irrita: 'Posso falar?'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Imagem de Emílio Surita pequena e de Bianca Andrade, a Boca Rosa, em destaque durante programa Pânico

Emílio Surita entrevista Bianca Andrade, a Boca Rosa, no Pânico; apresentador interrompeu a empresária

REDAÇÃO

Publicado em 17/7/2020 - 18h59

Bianca Andrade, a Boca Rosa, participou do programa Pânico (Rádio Jovem Pan) nesta sexta-feira (17) e se irritou com Emílio Surita. Após uma série de interrupções feitas pelo apresentador da atração durante sua fala, a influenciadora digital e participante do Big Brother Brasil 20 questionou a conduta. "Posso falar como convidada?", reclamou ela.

A polêmica teve início quando os integrantes do programa perguntaram para a influenciadora sobre as condutas machistas que ela teria tido no reality. "Quando saí do Big Brother, eu fiquei muito chateada comigo mesma. Faço reuniões com vários homens por causa da minha empresa e eu nunca tinha visto uma cena de um homem conversando apenas com outro homem, e é bem complicado. Acho que isso acontece por causa da nossa cultura, está muito estrutural isso", disse Bianca.

"Homens, acho que está no momento de a gente repensar o que vocês fazem que ferem as mulheres e vocês não têm noção, não fazem ideia. É realmente estrutural, já é normal para as pessoas. Muita coisa lá dentro era normal pra mim", completou.

Durante a fala dela, Emílio a interrompeu e mostrou a foto de Hadson Nery, Guilherme Napolitano, Lucas Gallina, Felipe Prior e Petrix Barbosa, participantes do reality que foram considerados "boys lixos" por uma parcela do público. "Esses caras não representam os homens. Isso aí não representa a gente. Então Bianca, não queira comparar", afirmou o apresentador.

"Então, mas o machismo tá muito mais dentro de cada um do que vocês imaginam. Eu, por exemplo, posso falar que a nossa cultura toda é muito machista. Acho que a primeira coisa que a gente precisa fazer é não se defender e realmente tentar entender o que a gente pode melhorar", respondeu a Boca Rosa.

O debate passou a abordar o tema dos privilégios entre gêneros e etnias. "Acho que você não é privilegiada. Acho que você é talentosa, boa na maquiagem, tanto que você fala o tempo inteiro que quer subir e ter mais. O Brasil é um país machista, racista, é da nossa sociedade ibérica. Acredito que as coisas estão mudando, mas quando você começa essa narrativa e fala: 'Eu sou opressor e você é o oprimido', aí confunde tudo", comentou Emílio.

Bianca agradeceu a mensagem, disse que já pensou como ele, mas mudou de opinião após o programa. O apresentador então passou a interromper a fala da empresária e não deixou ela concluir o raciocínio, enquanto discutia o tema com os outros participantes do programa (todos homens).

"Emílio, me ouve!", gritou Boca Rosa na chamada, até conseguir espaço novamente na atração. "Posso falar como convidada? Obrigada!", ironizou ela, que seguiu com sua argumentação.

A frase "Posso falar como convidada" entrou nos assuntos mais comentados do Twitter nesta sexta, com mensagens de fãs da influenciadora que apontaram machismo na atitude de Emílio e dos outros integrantes do programa. 

Confira a participação de Bianca Andrade no Pânico e algumas reações dos fãs:

Resposta de Boca Rosa

Depois da entrevista, Boca Rosa gravou uma série de Stories no Instagram para comentar a repercussão nas redes sociais. Bianca pediu aos seguidores que busquem mais informações sobre o machismo na sociedade, assim como ela fez após participar do reality show da Globo.

"Eu vi que uma galera se comoveu no Twitter, subiu até tag no Twitter para falar sobre. Eles entraram no assunto machismo, perguntaram o que eu achava e o que eu tenho para dizer hoje, depois que paro e reflito, é que sou muito grata por ser uma pessoa que quando eu apanho, apanho e pergunto o porquê?", disse ela.

"No Big Brother, eu passei por vários cenários em que não entendia o que estava acontecendo e cabia a mim sair de lá e entender, me informar e estudar. Agradeço muito todas as pessoas que se preocuparam comigo, principalmente muitas mulheres que falaram 'Bia, vem cá'", confidenciou.

"Tem muito cenário de machismo que você nem identifica, não tem ideia, e é por isso que tento levar no meu programa esse assuntos, porque eu não tinha conhecimento e agora eu tenho. Cabe a cada um estudar e entender. Hoje consigo entender. Não estou dizendo que sei tudo, mas admitindo que errei muito".

"Cada vez mais tenho entendido meu papel de mulher na sociedade e não vou ignorar esse papel, e vou falar sobre com muito respeito. Em momento nenhum na conversa [no Pânico] eu quis desrespeitar, zombar, só que eu quero muito fazer da minha situação um episódio que as pessoas possam olhar e falar: 'Caramba, será que estou passando por isso?'", questionou.

"Eu sei que uma galera que assistiu ficou p... da vida, até subiram tag no Twitter da hora que falei 'posso falar como convidada?'. Em alguns momentos, realmente, eu não conseguia falar. Mas, eu continuo com a mesma essência, eu não julgo as pessoas. Não estou aqui para falar: 'Ah, fez isso'", afirmou.

"Eu sei o que eu sofri dentro daquele programa [o BBB], sem saber lidar. Aí eu vejo hoje, dando uma entrevista para o programa Pânico, para vários homens que questionaram muita coisa, e eu entender quem eu sou dentro daquele cenário é um ganho muito grande, um alívio. Não sei explicar o quanto eu sou grata por tudo o que eu passei. Ver a diferença de como era e como lido hoje deixa meu coração mais em paz", concluiu a blogueira.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera ver na TV em 2021?