Emmanuel Bassoleil

Melhor amigo de Erick Jacquin entrega podre do chef: 'Faz umas merdas'

Reprodução/Instagram

Os chefs Emmanuel Bassoleil e Erick Jacquin em foto publicada no Instagram: grandes amigos - Reprodução/Instagram

Os chefs Emmanuel Bassoleil e Erick Jacquin em foto publicada no Instagram: grandes amigos

REDAÇÃO - Publicado em 12/02/2019, às 05h22

O chef Emmanuel Bassoleil, melhor amigo de Erick Jacquin, decidiu revelar alguns podres do crítico do MasterChef. "Às vezes ele faz umas merdas [na cozinha], já fez. Mas a gente tem que falar que está bom, senão ele fica puto. 'Faz você, então. Você não entende nada'", conta Bassoleil, que se tornará rival do francês quando virar jurado do Top Chef, da Record.

A revelação faz parte da entrevista do chef francês ao canal Pingue Pongue com Bonfá, que o jornalista Marcelo Bonfá mantém no YouTube.

Na conversa, Bassoleil admite que seu amigo é bom de cozinha. "Tudo que ele faz fica bom, mas a culinária da gente tem que ser mais crítica", diz. "Se você senta no carro do Rubens Barrichello ou do Felipe Massa, vai achar incrível. Eles, porém, só vão achar bom. Com a gente, é a mesma coisa."

Entre os pratos que Jacquin prepara, o entrevistado aponta a sua receita favorita a Bonfá. "A vinagrete da salada do Erick Jacquin não tem outra, é a melhor de todas. Ele faz com mostarda Dijon, échalotes, um vinagre de Jerez, um azeite de nozes... A vinagrete da salada dele é fantástica", escolhe.

O chef também ressalta algumas diferenças entre os dois. "Sou uma pessoa que cuida muito da saúde. Faço uma boa terapia, uma análise, exercício. Ele não. Mas hoje ele está cuidando da saúde dele um pouco mais, ele está bacana. Faz [exercício], talvez não tanto como deveria, mas é devagarzinho", diz o francês, que ainda ataca a teimosia do amigo. "Se você fala [para fazer algo], ele não faz só porque você falou."

Sem papas na língua, Bassoleil também é rápido em apontar o principal defeito de Jacquin. "É algo que pode ser qualidade para algumas pessoas, o cara que tem o coração na mão, que fala 'Não gosto de você'. Brasileiro não gosta de ouvir isso, mas é melhor do que esperar você virar e falar mal pelas suas costas. Na França a gente é um pouquinho mais aberto, aqui tem que ser político, e ele não é."

O chef do hotel Unique também dispensa a possibilidade de abrir um restaurante em sociedade com o amigo.

"Comercialmente falando, seria bacana. Mas eu tenho uma amizade tão grande e tão forte com o Erick que eu não sei se, caso a gente abrisse um negócio, se a gente não ia brigar e de repente, desfazer essas coisas [a relação]. Eu gostaria muito [de abrir um restaurante], ele também gostaria muito, mas vai ter que ser no dia que a gente decidir... Não é para agora", limita-se a dizer.

Confira o vídeo da conversa de Bassoleil com o jornalista Marcelo Bonfá:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook