Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PERFIL FALSO APAGADO

Ludmilla vai à polícia denunciar fake news após acusação de traição

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Ludmilla

Ludmilla vai à delegacia denunciar fake news após negar que tenha traído a mulher Brunna Gonçalves

REDAÇÃO

Publicado em 25/5/2020 - 13h17

A funkeira Ludmilla foi à polícia no início da tarde desta segunda-feira (25) para denunciar o perfil fake do Twitter que havia publicado o boato de que ela teria traído a mulher, Brunna Gonçalves. "Como eu tinha dito mais cedo, estou indo à delegacia para tomar as atitudes cabíveis sobre o caso que está acontecendo na internet", disse a cantora.

Poucos minutos depois, o perfil de fofocas saiu do ar. "Eu não ia falar nada, porque geralmente cago para essas mentiras, para essas bobeiradas. Só que eu estou de quarentena, não tenho nada para fazer, e quanto mais você caga para essas coisas, [mais] as pessoas acham que têm direito de ficar inventando mentira e falando merda por trás de um fake", declarou Ludmilla.

"Hoje eu vou provar para essas três pessoas que elas não podem fazer isso, que a internet não é terra de ninguém, é terra de gente, sim. Estou indo na delegacia agora e as pessoas têm que começar a ter mais cuidado para mexer na internet. Sabe usar? Boa. Não sabe usar? Tchau, vai ter que pagar por isso", avisou a funkeira.

As três pessoas às quais a cantora se refere no Stories seriam o dono do perfil falso que divulgou as fake news e não teve sua identidade confirmada, Ohana Lefundes, bailarina da cantora Anitta, e Thaissa Cavalcante, identificada pela acusação virtual como a suposta amante de Ludmilla.

Na tarde de domingo (24), a cantora foi alvo de uma série de postagens com prints e vídeos de conversas entre Ohana e Thaissa, que nas imagens, exibe uma tatuagem que teria feito atrás da orelha em homenagem ao seu suposto relacionamento com Ludmilla. Na troca de mensagens, a bailarina de Anitta afirma que Ludmilla teria sentimentos por Thaissa.

A cantora já havia usado as redes sociais na manhã desta segunda-feira (25) para avisar que procuraria as autoridades a fim de identificar a pessoa por trás do perfil que noticiou a suposta traição. 

Após Ludmilla se manifestar nas redes sociais, a equipe da cantora carioca afirmou que as acusações não são verdadeiras: "Cabe às supostas autoras das mensagens esclarecerem seu conteúdo, e não à artista comentar fake news", disse a assessoria, se referindo à conversa entre Thaissa e Ohana. Confira a íntegra da nota: 

"A cantora esclarece, através de sua assessoria de imprensa, que o conteúdo a respeito dos supostos diálogos envolvendo duas mulheres que, de forma indevida usam seu nome, são inverídicos. A cantora está muito bem casada e focada em seu mais recente lançamento, o EP Numanice.

Ludmilla e sua equipe não irão mais comentar as falsas afirmações feitas por perfis de haters na internet, cabe às supostas autoras das mensagens esclarecerem seu conteúdo e não à artista comentar fake news. Lembramos ainda que difamação nas redes sociais pode ser configurado como crime virtual."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?