Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EX-AMIGOS

Luciana Gimenez vence maquiador na Justiça, mas tem prejuízo; entenda

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Foto de Sergio Di Vicentin e Luciana Gimenez abraçados em parque da Disney em foto publicada no Instagram

Sergio Di Vicentin com Luciana Gimenez em foto do Instagram; ex-amigos brigaram na Justiça

KELLY MIYASHIRO e LI LACERDA

kelly@noticiasdatv.com

Publicado em 25/1/2022 - 7h00

Luciana Gimenez venceu seu ex-maquiador Sergio Di Vicentin em uma briga na Justiça, mas terminou com um pequeno prejuízo. A apresentadora ganhou o processo que movia contra o antigo funcionário para que ele fosse proibido de expor a vida íntima da comunicadora nas redes sociais e na imprensa, porém terminou obrigada a arcar com os custos advocatícios do profissional.

O Notícias da TV teve acesso à decisão da juíza Luciana Bassi de Melo de rejeitar a tentativa de impugnação feita por Luciana para se livrar da dívida com os advogados de Vicentin. No documento assinado em 23 de novembro do ano passado, a magistrada ordenou que a apresentadora da RedeTV cumpra a sentença que havia sido proferida em 2 de agosto de 2021.

Sergio Di Vicentin trabalhou durante quase 20 anos com Luciana Gimenez, entre o final de 2001 e abril de 2020, tempo em que os dois estreitaram laços de amizade, chegando a viajarem juntos para a Disney e para Paris. A relação terminou após brigas, e a titular do Superpop processou seu ex-maquiador após ele dar a entender que poderia vender segredos da antiga patroa a fofoqueiros da mídia. 

Além de querer proibir Di Vicentin de tocar em seu nome em público, a ex-mulher de Marcelo de Carvalho também pediu uma indenização por danos morais de R$ 10 mil, além de custas e despesas processuais, como honorários advocatícios.

Na sentença, a juíza Luciana Bassi de Melo julgou as demandas da apresentadora "parcialmente procedentes", cedendo a favor da mãe de Lucas Jagger ao determinar que o cabeleireiro realmente se abstenha de falar da vida de Luciana Gimenez, sob pena de multa de R$ 10 mil por ato de descumprimento.

A apresentadora e o profissional, então, deveriam bancar os gastos no processo da parte adversária, mas Sergio Di Vicentin conseguiu a gratuidade da Justiça, se livrando do pagamento. O mesmo não ocorreu para a influenciadora digital, obrigada a pagar 10% do valor atualizado da causa.

Ao Notícias da TV, o advogado de Sergio Di Vicentin, Celso Fernando Gioia, afirmou que a equipe da ex-modelo realizou um depósito bancário no último dia 7 de R$ 1,085,00. Entretanto, com os valores corrigidos, a quantia correta seria R$ 1,387,34. Com isso, Luciana Gimenez ainda deve transferir R$ 302,34 para a conta de Gioia ou pode ter seus bens penhorados a pedido do defensor.

Os advogados de Luciana tentaram impugnar o pagamento, mas o pedido foi rejeitado. A reportagem entrou em contato com os representantes legais da comunicadora nesta ação, Flavio Abissamra Ferreira de Souza e Jean Carlo de Oliveira Penteado. Eles avisaram que os valores serão pagos. 

Antonia Fontenelle x Luciana Gimenez 

Sergio Di Vicentin também foi envolvido em outra disputa judicial de Luciana, mas em uma briga dela com Antonia Fontenelle. Em maio do ano passado, a apresentadora da RedeTV! entrou com ação contra a comunicadora após ter sido chamada de "mulher de programa" por Jorge Kajuru em seu canal no YouTube.

Três meses depois, a processada convocou o ex-cabeleireiro da rival como testemunha a seu favor. A titular do Luciana By Night (2012-2021), por sua vez, teve que entrar com uma petição para lembrar o juiz de que o profissional acionado já estava proibido judicialmente de falar sobre ela.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.