Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESINFORMAÇÃO

Fábio Porchat se revolta com enquete de Theo Becker sobre vacinação: 'Imbecil'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE E INSTAGRAM

Montagem com Fábio Porchat (à esquerda) e Theo Becker (à direita)

Fábio Porchat (à esq.) e Theo Becker; humorista se revoltou com publicação do ator sobre vacinação

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 8/1/2022 - 15h04

Fábio Porchat se revoltou com uma enquete publicada por Theo Becker sobre a vacinação contra a Covid-19. Na sexta-feira (7), após o ator sugerir que pessoas foram forçadas a se imunizarem contra a doença e que estariam com medo da vacina, o humorista classificou a suposição como "imbecil".

Becker questionou seus seguidores no Twitter sobre a aplicação dos imunizantes aprovados e distribuídos pelos órgãos de saúde competentes. "Você está em qual situação: Vacinado arrependido; vacinado com medo, vacinado forçado ou todas as alternativas?", questionou o ex-A Fazenda. 

Em menos de 24 horas, a enquete recebeu mais de quatro mil respostas, e 29,9% dos votantes responderam que foram vacinados de forma forçada.

Ao ver a enquete do ator, Porchat criticou a publicação: "Minha situação é: querendo que gente imbecil como você se vacine logo para não estragar o próximo Carnaval de toda a sociedade que se vacinou!". Até o fechamento deste texto, o posicionamento do humorista havia registrado mais de 12 mil curtidas.

Segundo os dados do consórcio de veículos de imprensa, 67,61% dos brasileiros já completaram o esquema vacinal contra a Covid-19. No entanto, com a chegada da variante ômicron e as aglomerações provocadas pelas comemorações de fim de ano, o país apresentou um aumento de 639% no número de casos, comparado com a média de 15 dias atrás.

Confira a publicação:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.