PROTAGONISTA DE Z4

Ex-jogador de futebol, RezendeEvil já passou fome e teve que dormir na rua

Rezende em cena do vídeo Massacre da Serra Elétrica, publicado em junho em seu canal do YouTube -

Rezende em cena do vídeo Massacre da Serra Elétrica, publicado em junho em seu canal do YouTube

GABRIEL PERLINE - Publicado em 28/06/2018, às 05h37

Antes de se tornar um dos youtubers mais populares _e ricos_ do Brasil, RezendeEvil sofreu bullying, passou fome e chegou a dormir na rua. Hoje, com 17 milhões de seguidores em seu canal, ele estreia na TV como protagonista da série teen Z4, coprodução do SBT, Disney e Formata que contará a história de quatro garotos que se unem para formar uma boy band.

Aos 16 anos, quando ainda investia no sonho de ser jogador de futebol, Pedro Afonso Rezende foi contratado por um time italiano de futsal, e sofreu nas mãos de seus companheiros de equipe, que não aceitavam a presença do brasileiro e o fizeram passar por situações humilhantes.

"Pastei um monte. Achei que era uma coisa, e era completamente outra. Fui morar com cinco italianos numa casa muito afastada do centro, ficava nas montanhas e não tinha como me locomover sozinho, sempre precisava da ajuda dos caras e eles não me ajudavam em nada", lembra.

Rezende morou na província de Rieti, localizada a 86 km de Roma, e foi hostilizado pelos colegas desde o primeiro dia. Ao lembrar dos perrengues, o youtuber ameniza o gesto dos rapazes, mas não esconde sua tristeza.

"Tínhamos um valor fixo por semana para comprar comida, e eles compravam tudo para eles. Quando eu ia comprar, não tinha mais para mim. Foi complicado. Às vezes levavam a chave da casa, porque eram amigos de infância e iam embora na sexta-feira para a cidade deles. Iam e levavam a chave. Teve umas quatro vezes que eu dormi para fora do apartamento porque não conseguia entrar", diz.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Rezende diz que não abandonará seu canal no YouTube para seguir carreira de ator

Nessa época, o paranaense já tinha o canal no YouTube, mas os rendimentos eram modestos. Como a convivência com os outros jogadores ficou insustentável, ele encerrou a temporada de sete meses no time Real Rieti Calcio, fez as malas e desistiu do sonho de infância. "Quando voltei para Londrina, decidi nunca mais voltar para a Itália", afirma.

"Fiquei com medo de me deprimir por desistir do futebol. Só que isso não rolou porque fui de cabeça no YouTube. Antes, ficava 12 horas por dia gravando e produzindo. Cheguei a postar seis vídeos por dia. E na época eu fazia tudo sozinho. Gravava, editava, fazia as miniaturas, descrição, tudo eu", comenta.

Rezende publica quatro vídeos inéditos por dia em seu canal. No início, ele se dedicava ao universo dos games. Aliás, foi por sua paixão pelo jogo Resident Evil que ele criou seu nome artístico (RezendeEvil). Hoje, estrela da nova série da Disney e do SBT, ele passa a se apresentar apenas como Rezende.

"O trabalho na série não alterou em nada o meu canal. Para eu ficar aqui, gravando de quarta a sábado desde fevereiro, eu tenho feito 28 vídeos em três dias. Trabalho de domingo a terça, das 9h às 21h, para criar material inédito. E isso não vai mudar, mesmo que eu faça séries, novelas ou shows", enfatiza.

Rezende, Apollo Costa, Gabriel Santana e Matheus Lustosa integram a Z4 (Foto: Reprodução/Instagram)

Do YouTube para a TV
Rezende começou seu canal dando dicas de jogos para os seus seguidores. Hoje, o foco são vídeos engraçados, com séries que ele cria em parceria com um grupo de amigos. Agora, na TV, ele será projetado ao posto de estrela internacional do pop. Tudo porque além de atuar em Z4, ele também formará uma boy band com seus amigos de elenco, e viajará o Brasil e a América Latina para fazer shows.

"É engraçado isso, porque desde o começo, quando me perguntavam se eu queria ir para a TV, sempre quis que fosse um negócio muito parecido com isso. Porque eu assistia a uma série chamada Big Time Rush (2009-2013), e basicamente é bem parecida com Z4. E eu achava o máximo atuar, cantar, dançar, fazer tudo. Sempre pensei em participar em algo parecido com isso", afirma.

O problema de Rezende, se assim podemos dizer, é que ele não é ator (profissional), cantor e muito menos dançarino. Mas o processo de imersão na preparação de seu personagem o fez adquirir essas características para que pudesse integrar o quarteto protagonista da série.

"A parte mais difícil é a dança. Sou travado demais. Eu era goleiro, jogador de futebol, travado pra caramba. Mas aqui temos nossa professora de dançar, e os meninos me ajudam demais. Não tenho vergonha. O problema era soltar o quadril. Até hoje é difícil. Agora pelo menos eu consigo entender o que preciso fazer", comenta.

Além de Rezende, Z4 tem como protagonistas os atores Apollo Costa, Gabriel Santana e Matheus Lustosa, e conta com os veteranos Werner Schünemann, Negra Li, Patrícia de Sabrit, entre outros. A série estreia dia 25 de julho, no SBT.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook