André Segatti

André Segatti estuda drag queens para fazer papel de mulher: 'Estou encantado'

Lânyo Salles/Divulgação

O ator André Segatti viverá uma mulher chamada Shirley em sua nova peça de teatro, Malvadas - Lânyo Salles/Divulgação

O ator André Segatti viverá uma mulher chamada Shirley em sua nova peça de teatro, Malvadas

FERNANDA LOPES - Publicado em 29/03/2019, às 05h41

Após duas décadas como galã na TV, André Segatti em breve vai desconstruir a imagem que o público tem dele. O ator de 46 anos, que está de volta à TV na reprise de Caminhos do Coração, na Record, vai estrelar uma comédia no teatro em que interpreta uma mulher. Ele conta que estudou materiais sobre personagens LGBT e está adorando a experiência.

"É a primeira vez que faço uma personagem com essa complexidade. Há muito tempo eu queria fazer uma obra como essa, em que eu pudesse me transformar. Estou me divertindo, descobrindo a minha mulher interior. Vejo muitos filmes, séries, muita coisa da comunidade LGBT que funciona muito. A gente tira muitas coisas de personagens drag queens. É maravilhoso, um universo incrível, como essas pessoas são talentosas. Estou encantado", conta.

Segatti será um dos três protagonistas da peça Malvadas, do autor da Globo Alessandro Marson (de Novo Mundo) e do diretor Marcio Rosário. Ele, Marcelo Mansfield e Chico Terra interpretarão três irmãs decadentes que estão loucas para irem a uma festa da alta sociedade e entram numa disputa por um convite. As irmãs serão mulheres mesmo, não drag queens. 

A peça tem previsão de estreia para o início de maio em São Paulo, e Segatti também é produtor. Ele afirma que nos últimos tempos tem preferido fazer mais trabalhos em teatro e cinema, porque pode produzir, escolher seus papéis e não depender da vontade de produtores de elenco da TV para ser contratado.

Segatti fez uma participação no Tá No Ar, da Globo, na última terça (26), como o herói Thor, mas o último papel fixo dele na televisão foi na novela Balacobaco (2012). O ator voltou a aparecer na Record com a reprise de Caminhos do Coração, mas diz que chegou até a recusar papéis nos últimos anos.

"Quando você está começando a carreira, abraça todo tipo de participação. Eu fiz 20 novelas, e nas últimas fiz personagens muito centrais. A gente fica sempre com uma expectativa de algo que possa ser melhor [do que ele já fez], e esses convites não acontecem todos os dias. Amo fazer novela, sou apaixonado, mas não depende de mim. Fui convidado pra fazer algumas coisas, mas não achei que era legal, não ia me acrescentar, e não aceitei. Quando for algo que me toque, farei", explica.

reprodução/tv globo

André Segatti na edição da última terça (26) do Tá No Ar, caracterizado como o herói Thor


Empreendedor sim, vendedor não

Segatti afirma que seu trabalho agora foca é em três vertentes diferentes: teatro, cinema e empreendedorismo. O ator também é dono de uma empresa têxtil, que era de seus pais, e trabalha como coach e representante de uma marca de cosméticos. Em 2018, foi divulgado que ele havia virado vendedor de cosméticos, mas o ator faz questão de esclarecer que não é bem assim.

"Não saio vendendo perfume, meu trabalho é formação de equipe, ensinamentos de como a pessoa vai se vestir, falar e se portar como empresária. Transformo as pessoas em melhores profissionais, fazendo com que elas achem seu caminho por meio do empreendedorismo. A imprensa marrom falou há um tempo que deixei de ser ator e estou vendendo perfuminho. Pô, bullshit [mentira], né?", reclama.

Ele conta que viaja o Brasil inteiro para dar palestras e em breve quer trabalhar no exterior também, mas como ator. Segatti planeja fazer turnê da peça Malvadas em Portugal no ano que vem e, assim que possível, se mudar para Los Angeles para investir na carreira cinematográfica. 

"Agora mais do que nunca estou envolvido em produções cinematográficas, quero muito realizar meus projetos de cinema como produtor. Já tenho alguns encabeçados, não só no Brasil como também em Los Angeles. Nos planos também tenho a vontade de começar uma nova faculdade de Cinema lá, é uma das metas que tenho em curto prazo", adianta.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que jornalista está fazendo o melhor trabalho durante a pandemia?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook