MATHEUS LUSTOSA

Aos 16 anos, ator precisa controlar 'sem-vergonhice' para ser tímido na TV

Gabriel Cardoso/SBT

Matheus Lustosa durante coletiva de apresentação de Z4 à imprensa: sem-vergonha, mas esforçado - Gabriel Cardoso/SBT

Matheus Lustosa durante coletiva de apresentação de Z4 à imprensa: sem-vergonha, mas esforçado

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 29/07/2018, às 06h22

Caçula entre os quatro protagonistas da série Z4, o ator Matheus Lustosa tem um desafio complicado na produção musical do SBT. Com apenas 16 anos, ele precisa esbanjar maturidade para interpretar Rafael, o compositor tímido e romântico da boy band, que na história tem 19 anos. E o grande desafio nem é se passar por mais velho, mas parecer acanhado em cena. "Eu não sou muito tímido. Na real, sou sem-vergonha", admite, aos risos.

Lustosa está solteiro e conta que está ansioso para que a série seja um sucesso e ele precise lidar com o assédio. Mas ele, assim como o personagem, confessa que tem um lado mais romântico. "Eu sou bem sentimental, me apego muito fácil às pessoas. Acho que pelo menos isso tenho em comum com o Rafa", conta.

Para incorporar um personagem maior de idade, o ator buscou ressaltar sua maturidade. "Como eu comecei a trabalhar muito cedo, estou nessa desde os sete anos, acho que acabei amadurecendo mais rápido, e por conta disso fui chamado para fazer alguém mais velho", diz ele, que antes de Z4 já tinha contato com o público infantojuvenil do SBT em Carrossel (2012) e Chiquititas (2013).

Ele percebe, no entanto, que seu público tem crescido juntamente com ele. E acredita que o trabalho atual tem potencial para atingir até pessoas mais velhas. "A gente está um horário mais tarde, às 21h45, então acho que vai pegar muito adolescente e adultos. Vai ser muito legal ver como eles vão reagir à série."

Ukulele e One Direction
Z4 mostra a formação e a preparação de uma boy band, e os atores cantam e dançam de verdade. Mas Matheus Lustosa não teve muitas dificuldades para encontrar sua aptidão musical: ele tem no currículo musicais como A Família Addams (2012) e faz aulas de teclado, piano, violão e ukulele.

"Acho importante estar sempre aprendendo alguma coisa, estamos evoluindo sem parar. E eu gosto de me preparar bastante para os próximos projetos, porque eu nunca sei qual vai ser o grande desafio", resume.

Musicalmente, o ator se diz fã do músico inglês Ed Sheeran e do canadense Shawn Mendes, que frequentemente emplacam sucessos nas trilhas de novelas da Globo. Já no quesito boy band, ele foi atrás dos britânicos do One Direction. "A banda já acabou [em janeiro de 2016], mas eu achava o som muito bom", diz ele.

Na atuação, Lustosa se inspira em Cauã Reymond e Alexandre Nero, atores com quem tem uma ligação especial: ele viveu versões jovens de personagens dos dois nos filmes Meu País (2011) e Albatroz (previsto para este ano), respectivamente. "Acabei aprendendo bastante com eles, são duas inspirações para mim."

Como Cauã e Nero, o jovem ator já sente o carinho e a admiração dos fãs _só no Instagram, são mais de 500 mil seguidores. E se esforça para ser um bom exemplo.

"Tento passar para eles que corram atrás dos seus sonhos. E incentivar os pais para que apoiem os filhos em tudo. Não precisa querer ser ator, cantor ou dançarino, mas é essencial ter o apoio dos pais e acreditar nos sonhos", filosofa, com um tom de bom-moço que em nada combina com o suposto "sem-vergonha" que ele diz ser.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que reality show você pretende assistir agora?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook