Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ALÔ, TIO

Andreia Sadi paga mico após filho ligar para deputado: 'Descobriu o zap'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Em um parque, Andreia Sadi mostra os filhos em carrinhos de bebê

Andreia Sadi com um dos filhos em um parque: Jornalista pagou mico após vacilar com celular

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/1/2022 - 15h16

Andreia Sadi pagou um mico profissional após um de seus filhos ter acesso ao seu celular e ligar, sem querer, para um deputado que faz parte das suas relações de trabalho como colunista de política. "João descobriu o zap", disse a mulher de André Rizek, em tom de brincadeira, nesta terça-feira (4), em sua conta do Instagram.

A história envolvendo um dos bebês do casal de jornalistas foi divulgada para o público após Andreia abrir uma caixa de perguntas para responder seus seguidores. Entre elas, estava a mensagem sem conclusão de uma fã da jornalista da GloboNews. "Bebê puxando enquanto eu digitava... Desculpa", justificou a seguidora de Andreia.

Na resposta, a jornalista explicou entender exatamente o que aquela seguidora havia passado. "Aqui, João descobriu o zap vídeo e, quando vi, tinha ligado para um deputado e estava lá com o carão bochechudo na tela", contou. 

Rizek e Sadi começaram a namorar em 2019 e se casaram no início de 2020, pouco antes da pandemia de Covid-19. Eles costumavam ser discretos e falavam pouco sobre a relação.

No entanto, eles passaram a compartilhar fotos juntos, interagir no Twitter e dar entrevistas em casal. A vida íntima dos dois ficou ainda mais exposta depois do nascimento das crianças. Agora os jornalistas compartilham cliques do crescimento dos bebês, histórias curiosas e relatos sobre a maternidade real.

TUDO SOBRE

Andréia Sadi


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.