Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

PODPAH

Ana Maria Braga detalha briga judicial contra Record: 'Bispo me mandou embora'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Ana Maria Braga em entrevista ao Podpah, no YouTube

Ana Maria Braga em entrevista ao Podpah, no YouTube: apresentadora revela por que deixou a Record

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/6/2024 - 21h50

Ana Maria Braga revelou os bastidores de sua demissão da Record, em que apresentava o Note e Anote (1991-2005). Ela permaneceu na emissora até 1999, quando se queixou com um de seus superiores sobre pendências salariais. Sem uma solução, ela deixou a rede de Edir Macedo --abrindo um processo por demissão sem justa causa.

Em entrevista ao Podpah nesta quinta (20), Ana não deu nome à pessoa com quem teve o desentendimento. "O bispo me mandou embora. Mas eu fui muito feliz na Record", pontuou a apresentadora, que está à frente do Mais Você, na Globo, desde outubro de 1999.

"Eles me pagavam tudo bonitinho, cumpriam todas as coisas como eu cumpria com eles, mas chegou uma hora que tinha uma pendência e eu resolvi cobrar. Fui falar com o responsável, e acho que não era um bom dia da pessoa. Eu também não estava em um bom dia", acrescentou Ana.

"Era uma sexta-feira, cheguei lá e disse: 'Estou precisando [do dinheiro], porque eu tenho um compromisso que assumi por conta disso e tal'. Ele me disse: 'Não vai dar. Se não estiver satisfeita, porta da rua é serventia da casa'", relatou a apresentadora.

Ana disse que foi orgulhosa ao aceitar a dispensa, mas fez uma ressalva: "Aí eu levantei e disse: 'Temos programa na segunda, eu vou embora e não volto mais. Mas se o senhor quiser, eu fico a semana que vem para poder arrumar alguém para colocar no meu lugar'".

Eu tinha responsabilidade de entrega com as pessoas, com as marcas, com tudo. Ele disse que não precisava e saí direto para o advogado. Fiquei desempregada e montei uma causa contra a Record. Ganhei dez anos depois, porque não tinha justificativa. No jurídico, não era plausível.

Ana Maria Braga foi contratada pela Record em 1993 para apresentar o extinto Note e Anote (1991-2005). Ela ficou sete anos na atração até ganhar um programa com seu próprio nome. A funcionária da Globo disse que não recebia salário no início, porém fez um bom acordo com a emissora.

"Me contrataram, cheguei lá e falaram 'a gente não tem salário porque estamos começando agora, mas tenho 2h pela manhã, se você quiser você pode produzir, lhe dou uma secretária, e vocês bolam o programa'. Falei 'eu topo'. Fiz um contrato muito bom, uma negociação de que se o programa virasse ouro eu ia ganhar muito, e eu sabia que iria virar ouro, e eles toparam tudo que eu falei", concluiu Ana Maria Braga.


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.