REVELOU AO VIVO

Adenocarcinoma de pulmão: conheça mais sobre o câncer que acomete Ana Maria Braga

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Ana Maria Braga veste uma blusa branca no cenário do Mais Você desta segunda (26)

Ana Maria Braga no Mais Você desta segunda (26); apresentadora revelou doença nos minutos finais do matinal

DANIELE AMORIM - Publicado em 27/01/2020, às 17h25

Ana Maria Braga anunciou no final do Mais Você desta segunda-feira (27) que foi diagnosticada com adenocarcinoma pulmonar. Segundo ela, a doença é um tipo mais agressivo de câncer em comparação aos outros dois que já enfrentou na mesma região. Para entender melhor sobre a patologia, o Notícias da TV conversou com especialistas e tirou algumas dúvidas sobre a doença da apresentadora.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o tumor no pulmão é o segundo tipo da doença que mais acomete os brasileiros. Em 2018, o registro mais recente divulgado pela Instituição, foram descobertos mais de 31 mil casos no Brasil - sendo 18 mil em homens e 12 mil em mulheres.

A taxa de cura é positiva caso o diagnóstico aconteça nos primeiros estágios. Segundo Felipe D'Almeida Costa, médico e membro da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), a chance de cura é de 75% a 80% nessa condição. Mas nos casos em que a doença é descoberta em estágio avançado, esse prognóstico é reduzido para 12% a 15%.

O tratamento da apresentadora é feito em duas frentes: a quimioterapia e a imunoterapia. Segundo o profissional da saúde, enquanto a primeira destrói as células do corpo de maneira geral, a imunoterapia prepara o sistema imunológico do paciente para se auto-defender das células cancerígenas.

Ana Maria começou o procedimento em 24 de janeiro, e os ciclos de tratamento serão repetidos a cada 21 dias em um hospital de São Paulo.

Por conta dos efeitos colatareis do tratamento, a titular do Mais Você decidiu revelar seu diagnóstico nos minutos finais do programa. "Eu recebi o primeiro ciclo de tratamento. Eu não sabia se poderia chegar aqui hoje. Porque, normalmente, quando se faz uma quimioterapia com uma imunoterapia tem esses efeitos colaterais", disse a apresentadora.

Felipe D'Almeida Costa reforça a fala de Ana Maria sobre as reações do corpo ao tratamento. "Tem o potencial de [o procedimento] atrapalhar sim. Há a resistência de cada um e o [efeito] do tratamento é muito variado. Em geral, os pacientes sentem os efeitos colaterais no período de 48 horas após a sessão. A quimioterapia pode provocar a queda do cabelo, fraqueza, mal estar, náusea, vomitos, diarreia e dor abdominal", explica o médico.

No entanto, diferente do que aconteceu em 2001 quando a apresentadora da Globo apareceu com os cabelos curtos ao enfrentar um câncer de intestino, Ana Maria afirmou em seu posicionamento que os cabelos não irão cair.

Cigarro é o grande vilão?

O tabagismo é um dos principais indicadores do adenocarcinoma pulmonar. Segundo o jornal Extra, o hábito ainda era comum na vida da apresentadora. Em agosto do ano passado, Ana Maria Braga foi vista fumando em um restaurante no Rio de Janeiro.

De acordo com dados do INCA, a patologia atinge em sua maioria pacientes entre 50 e 70 anos. Apesar de também acometer pessoas não fumantes, o risco de ser diagnosticado com câncer de pulmão é 15 vezes maior do que entre pessoas que nunca fumaram. Em relação ao público ex-fumantes, a probalidade é quatro vezes maior.

Ter vencido o câncer outras vezes atrapalha o tratamento?

Ana Maria Braga já havia sido diagnosticada anteriormente com dois cânceres: no reto (2001) e de pele (1991). No entanto, o médico afirma que ter enfretado a doença anteriomente não implica no prognóstico deste.

"Todo paciente que tem uma comorbidade pode interferir na tolerância do tratamento, mas não é isso que estabelece a probalidade de cura. O mais importante é que estágio se encontra, seja inicial ou avançado. Mas o que eu vejo na televisão é que ela tem uma boa constituição física mesmo tendo já feito outros tratamentos", explica Felipe D'Almeida Costa.

No ar até 7 de fevereiro

A titular do Mais Você esclareceu que irá se ausentar da apresentação do matinal a partir de 7 de fevereiro para tirar férias já programadas. Após a exibição do programa, a apresentadora agradeceu todo o carinho dos fãs nas redes sociais: "Eu agradeço, de coração, todo o carinho que estou recebendo. Eu sei que a luta é minha, mas é bom contar com esse apoio".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook