Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TENDÊNCIA

Artesã copia biquíni de Jade Picon no BBB 22 e viraliza: 'Tomei um susto'

REPRODUÇÃO/GLOBO

Jade Picon de biquíni de crochê e touquinha combinando; ao lado, montagem com peça copiada

Biquíni de Jade Picon no BBB 22 vira item disputado em Belém do Pará após peça viralizar na web

LUIZA LEÃO

luiza@noticiasdatv.com

Publicado em 24/1/2022 - 13h17

O biquíni Jade Picon no BBB 22 acaba de se tornar uma das peças mais populares do Twitter. Após a influenciadora digital combinar o traje de banho de crochê com um chapéu da mesma estampa, uma cliente da artesã Rosilene Tourinho da Silva, 59 anos, encomendou uma réplica. Antes mesmo que a dona pegasse as peças, elas caíram na internet e viralizaram para a surpresa da dupla. Eu tomei o maior susto", diz a crocheteira ao Notícias da TV.

Rose, como prefere ser chamada, expõe seus trabalhos de crochê na praça da República, em Belém, no Pará, aos domingos. Após receber a missão na última sexta-feira (21), ela deixou o biquíni pronto à espera da dona --que teve um imprevisto e não pegou a encomenda naquele dia. 

O contratempo foi suficiente para que algum fã do Big Brother Brasil 22 fotografasse o "biquíni de Jade Picon", jogasse nas redes sociais e fizesse o artesanato de Rose ficar conhecido em todo o Brasil.

A artesã só tomou conhecimento do seu fenômeno após sua filha mais nova identificar a peça e a barraca da mãe no Twitter. Foi ela quem, inclusive, divulgou o telefone de Rose, que agora tem fila de clientes.

"Não adianta eu bombar porque eu sou uma só. A parte de costura me dá mais trabalho do que o crochê. Não sei como eu vou fazer tanto biquíni porque eu faço tudo sozinha", afirma a artesã.

Rosilene faz crochê desde os seus 15 anos. Mas era apenas um hobby destinado apenas ao seu lar. Há mais ou menos dez anos, ela resolveu investir tempo nessa habilidade e passou a exibir seu trabalho manual na feira da praça. Rose conta que seus trabalhos faziam muito sucesso, mesmo antes de ganharem visibilidade pelo país afora.

"Olha, quando cropped de crochê estava na moda, eu produzia três por dia. Aí no domingo, eu levava 50 croppeds para a praça e vendia tudo. Até minhas filhas iam me ajudar", relembra a artesã. Nenhuma das duas seguiu a mãe na arte manual.

Ainda que Rosilene tenha viralizado, encomendar uma peça com selo Jade Picon não é tão simples assim. É que Rose é à moda antiga, e não tem redes sociais. "Eu não sei fazer essas coisas. Eu tenho só Facebook, que eu não entro há uns cinco anos porque eu não lembro a senha." 

Atualmente, o contato com as clientes se dá no boca a boca, na praça onde expõe e em grupos de WhatsApp destinados à encomenda de crochê. Mas a filha, ao saber da reportagem, criou imediatamente um Instagram para a mãe.

O preço do biquíni de Jade Picon nas mãos de Rose sai a R$ 80, nos tamanhos P e M, e R$ 100 o tamanho G. O chapéu, por dar mais trabalho, custa R$ 100. A versão original que foi usada pela sister na casa do BBB 22, da marca Feline, custa R$ 379.

rEPRODUÇÃO/ FELINE

Biquíni usado por Jade Picon custa R$ 379 

"Eu já fiz roupa para uma influencer do Pará que usou o conjunto num cruzeiro de Wesley Safadão. Outro dia me pediram um vestido de Camila Queiroz. Vez ou outra, eu faço alguma coisa de famoso. De crochê, minha filha, eu só não faço marido", gaba-se Rose, aos risos.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Thays Sintra com vestido inspirado no de atriz

Veja aqui postagens que viralizaram:

TUDO SOBRE

BBB22

Jade Picon


Últimas de BBB22

Leia também

Enquete

Você acha que a edição 2022 de No Limite vai superar a do ano passado?

Web Stories

+
Pão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na tramaEnquete: Barraqueiro x Sem graça - Vote no casal que vai gerar caos no Power Couple

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas