Humor sem filtro

Tatá Werneck canta e até rola no chão na nova temporada de Lady Night

Gianne Carvalho/Multishow

Tatá Werneck canta no episódio de estreia da segunda temporada do talk show Lady Night - Gianne Carvalho/Multishow

Tatá Werneck canta no episódio de estreia da segunda temporada do talk show Lady Night

FERNANDA LOPES - Publicado em 08/10/2017, às 18h23

Tatá Werneck sabia que, para manter a liderança do Lady Night na TV paga, precisaria se esforçar mais do que na primeira temporada. Por isso, ela se dedicou à melhora de sua performance como apresentadora, à criação de quadros específicos para cada convidado e a um ritmo acelerado de zoeira na nova leva de episódios de seu talk show, que estreia nesta segunda-feira (9) no Multishow.

Logo no primeiro episódio Tatá arranca declarações íntimas de Neymar, numa entrevista em que ele fala com sinceridade que sentia ciúmes ao ver a ex-namorada Bruna Marquezine beijando outro nas novelas. No segundo, a humorista conversa com Cauã Reymond sobre depilação íntima, senta no colo do ator e até rola no chão em um quadro de improviso.

Segundo a diretora-geral do programa, Lilian Amarante, Tatá estudou bastante as edições da primeira temporada e procurou melhorar o que não saiu como ela gostaria, para evoluir como apresentadora e entrevistadora.

"Existe um valor inalcançável na primeira temporada, que é a novidade. Isso não existe mais, temos que nos superar em outros aspectos. A Tatá é muito participativa, aprende as coisas muito rápido. Quando editamos os programas da primeira temporada, ela assistiu, ajudou a gente em cortes. Esse processo lhe ensinou muito", afirma Lilian.

A ideia da segunda temporada do Lady Night era manter o DNA do programa e ao mesmo tempo apresentar inovações, na medida certa para fidelizar o público e continuar a entreter.

Gianne Carvalho/Multishow 

Michel Teló no quadro Tocando Sanfona com Obstáculos, criado especificamente para ele

O resultado disso são quadros novos, pensados exclusivamente para cada convidado, e o tom "fora da curva e de desconstrução" de Tatá, como descreve a diretora.

Por exemplo, ela canta músicas baseadas na vida dos entrevistados e, quando recebe atores, põe em prática o quadro Desculpa, Só Queria te Beijar, em que cria cenas, sob qualquer premissa, só para descolar um beijo. A estratégia foi usada com sucesso, por exemplo, com Cleo Pires.

Além disso, continuam no programa quadros de sucesso e de raciocínio rápido, como o Entrevista com Especialista, com perguntas mal intencionadas a profissionais de diversas áreas, e o Fala Junto, em que apresentadora e entrevistado têm de responder a uma pergunta com as mesmas palavras, misturando frases um do outro.

"Não teve nenhuma restrição de nenhum convidado, ninguém se recusou a fazer determinada coisa ou pediu pra gente tirar. [Nas gravações] As pessoas ficavam muito à vontade e se entregavam. De repente, a Daniela Mercury está no chão, e aquilo faz sentido. Em nenhum momento ela estava pagando mico. Fazia parte, era uma brincadeira muito libertadora", Conta Lilian Amarante.

reprodução/Multishow

Tatá Werneck e Cauã Reymond em cena de improviso do segundo episódio de Lady Night

Pioneirismo
A diretora conhece Tatá Werneck desde a época em que a humorista estreou na MTV, e no Multishow também trabalhou com ela em Tudo Pela Audiência (2014-2016) e em O Estranho Show de Renatinho (2016).

Lilian acredita que Tatá veio para balançar e para se consolidar na cena de talk shows, ainda dominada por homens.

"Acho que a Tatá vem mostrar que essa cena começa a mudar, na TV como um todo. É um programa de humor que tem mulheres envolvidas, com poder de decisão. Isso mostra um novo contexto. A Tatá entrou nessa seara do talk show com originalidade, com coragem, não passou em branco. Acho que daqui a pouco pode haver outro programa, com outra humorista que também tenha essa vontade. Estamos só começando", afirma.

O Lady Night será exibido de segunda a sexta, às 23h.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Projeto morto

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012) - Divulgação/Focus Features A Amazon decidiu não produzir mais projetos com o estúdio Weinstein Company, o que resultou no cancelamento de uma superprodução orçada em US$ 160 milhões (R$ 505 milhões). Protagonizada por Robert De Niro e Julianne ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Bibi merece redenção em A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook