DIA DE ARREBATAMENTO

Em novo começo para Apocalipse, figurantes aparecem mais do que vilão

Reprodução/RecordTV

Ricardo (Sergio Marone), grande vilão de Apocalipse, apareceu somente no fim do capítulo - Reprodução/RecordTV

Ricardo (Sergio Marone), grande vilão de Apocalipse, apareceu somente no fim do capítulo

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 06/02/2018, às 22h27

A Record exibiu nesta terça (6) o capítulo de Apocalipse que mostrou o arrebatamento, passagem bíblica em que cristãos que seguem os preceitos divinos são levados da Terra para não sofrerem com o fim do mundo que se aproxima. O sumiço de personagens marca um recomeço para a novela, que tem deixado a desejar na audiência. O episódio, porém, deu mais destaque a figurantes que ao vilão Ricardo (Sergio Marone).

De acordo com a Record, o arrebatamento dá início ao período de ascensão do anticristo, que se disfarça como um herói salvador para, nas sombras, espalhar o caos na Terra. Mas Marone, que interpreta a encarnação do anticristo, surgiu apenas nos últimos segundos do capítulo, olhando para a câmera e afirmando: "Chegou a minha hora".

Antes do esperado momento, o que se viu foram quase 45 minutos de enrolação até que as primeiras pessoas desaparecessem. Foi tempo suficiente para Débora (Bia Seidl) matar Verônica (Selma Egrei), Felipe (Jandir Ferrari) recuperar sua memória e Raquel (Juliana Silveira) se separar do marido adúltero.

Oswaldo (Marcos Winter) também desabafou sobre sua prisão injusta e Ester (Nathália Costa) chamou Hanna (Adriana Prado) de mãe pela primeira vez. Deu até para Ezequiel (Zé Carlos Machado) realizar uma oração com moradores de rua.

Com o arrebatamento, atores como Marcos Winter, Luiza Tomé, Juliana Silveira, Zé Carlos Machado, Flávia Monteiro e Thaís Pacholek deixaram o elenco. Mas o protagonismo do capítulo ficou mesmo a cargo dos grandes desastres: um helicóptero desabou na praia após o sumiço do piloto, carros explodiram em grandes engavetamentos e trens inexplicavelmente viraram bolas de fogo.

Agora, com parte do elenco megalomaníaco eliminado e a possibilidade de a autora Vivian de Oliveira dar um novo início para a história, Apocalipse tem a chance de atrair um novo público que, até o momento, não acompanhava a novela.

A audiência tem crescido aos poucos desde que a Record mudou sua grade noturna. Para continuar a trajetória ascendente, o tom de sermão religioso adotado pelos diálogos precisa suavizado. Ou o público, como parte dos personagens, também corre o risco de ser arrebatado.

 

 

Últimas de Apocalipse

Enquete

Qual protagonista de Deus Salve o Rei você mataria?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook