Em alta

Cabelão está na moda e exige até dieta especial para não ficar cafona; saiba qual

João Miguel Júnior/TV Globo

Vitória Strada, a Maria Vitória de Tempo de Amar, exibe corte popular nos salões de beleza - João Miguel Júnior/TV Globo

Vitória Strada, a Maria Vitória de Tempo de Amar, exibe corte popular nos salões de beleza

ODARA GALLO - Publicado em 18/10/2017, às 05h24

Vitória Strada, a Maria Vitória de Tempo de Amar, surgiu em seu primeiro papel na TV ostentando um cabelão de dar inveja. Seu corte, longo e com ondas, está em alta. Também foi adotado pelas protagonistas de A Força do Querer (Isis Valverde, Paolla Oliveira e Juliana Paes). Para ter um igual, no entanto, é necessário até mudar hábitos alimentares. Do contrário, o cabelão pode ficar cafona.

Cabelo longo chama a atenção e dá um ar sensual e sedutor ao visual. A principal escorregada, no entanto, é deixar os fios crescerem e achar que só o comprimento basta. A qualidade com que os fios chegam ao tamanho desejado é o limite entre o deslumbrante e o brega.

"A pior coisa é um cabelo grande com as pontas ressecadas e aspecto detonado", orienta Marcelo Brito, cabeleireiro do Studio Tez Spa do Cabelo. "É preciso estar sempre bem hidratado, aparado, a base final precisa estar com a ponta cheia", explica. Se o finalzinho do fio estiver ralo ou quebradiço, pode derrubar todo o look. "O corte serve para isso, para não ficar com o cabelo minguado na ponta, faltando volume", completa.

Ou seja: nada de repicar ou desfiar a parte de trás do cabelo. O ideal é manter o comprimento mais regular nas costas e dar um movimento na parte da frente para destacar o rosto. "O liso nunca sai de moda, mas o cabelão com onda é o que está mais em evidência", nota Brito.

Efeito Rapunzel
Quem está pensando em deixar os fios crescerem tem que se preocupar com dois cuidados: de dentro para fora (intrínsecos) e no comprimento do cabelo (extrínsecos).

"O principal é uma alimentação saudável, pois o principal componente da fibra capilar é proteína", explica Iracema Bazzo, dermatologista e tricologista do Spa OpperLife Mind Detox.

"Para que os cabelos cresçam resistentes e saudáveis, é preciso evitar dietas restritivas e preferir alimentos com proteína, como carnes, queijo, ovo. Além de frutas, verduras e legumes com vitaminas do complexo B e ferro, como espinafre, couve, entre outros", indica.

"O crescimento depende do bulbo, da genética e do metabolismo. Quando você corta as pontas, por exemplo, tira a parte danificada e melhora o aspecto, mas cortar os fios não interfere em nada no processo de crescimento, não vai melhorar o crescimento", desmistifica a profissional.

Já entre os cuidados extrínsecos, a primeira coisa é evitar agressões aos fios. Entre as principais estão as altas temperaturas, químicas e uso de produtos inadequados. "Para evitar agressões térmicas, é importante usar secador, babyliss e chapinha com muita moderação, principalmente se estiverem acima de 170 graus", ensina Bazzo.

Enrolar os esticar o cabelo quando ele ainda estiver úmido pode danificar ainda mais o fio. "O cabelo molhado fica mais elástico. Então, é preciso evitar pentear e esfregar com a toalha. Fazer chapinha, por exemplo, pode causa rum dano permanente na fibra capilar", alerta a tricologista.

Outra dica é usar escovas de cerdas naturais para minimizar o desgaste. Preferir penteados mais soltinhos e que não estiquem nem friccionem demais também são uma boa pedida para preservar a saúde dos fios.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook