JONATHAN AZEVEDO

Revelação do ano, 'Sabiá' festeja série: 'Finalmente não vou ser bandido'

Maurício Fidalgo/TV Globo

Jonathan Azevedo roubou a cena na pele do divertido traficante Sabiá em A Força do Querer - Maurício Fidalgo/TV Globo

Jonathan Azevedo roubou a cena na pele do divertido traficante Sabiá em A Força do Querer

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 13/12/2017, às 05h21

O prêmio de ator revelação recebido no Melhores do Ano chegou para coroar um 2017 decisivo para o ator Jonathan Azevedo. Na TV e no cinema desde 2006, ele finalmente se tornou conhecido ao dar vida ao traficante Sabiá, um dos destaques de A Força do Querer. Agora, Azevedo celebra a chance de viver um personagem que não é bandido na série Ilha de Ferro, que a Globo estreia em 2018.

"Vou explorar um personagem novo, em um universo diferente. Sair um pouco daquele lugar do bandido, do marginal, que eu já fiz muito no cinema e na TV. Agora, as portas se abriram de uma forma tão linda que eu posso viver outros Jonathans", comemora ele, em conversa com o Notícias da TV.

A alegria de fugir da bandidagem tem razão de existir: antes de Sabiá, Jonathan já tinha interpretado criminosos na série Força-Tarefa (2009), nas novelas Salve Jorge (2013) e A Regra do Jogo (2015), além de filmes como Meu Nome Não É Johnny (2008) e Mais Forte que o Mundo (2016).

Na série, do cineasta Afonso Poyart, o ator viverá o petroleiro Fiapo, melhor amigo de Dante (Cauã Reymond). Originalmente, seu personagem seria menor, o de um chefe de enfermagem. Mas ele acabou herdando o papel que seria de Thogun Teixeira, afastado da produção após acusação de estupro.

O ator, no entanto, desconversa ao ser questionado sobre racismo na escalação de elenco. "Para mim, o mais importante é poder viver da minha arte, seja onde for ou com o papel que for. Se eu conseguir, já estarei quebrando paradigmas. Ainda mais em um país como o Brasil, que está tirando todos os direitos dos artistas", aponta.

Jonathan exibe o troféu de ator revelação no Melhores do Ano, do Domingão (João Miguel Júnior/TV Globo)

Ele não nega que Sabiá foi um ponto de virada em sua vida. "Depois de tantos anos na luta, sinto que todo o meu esforço veio dar frutos agora. E chegou no momento certo, porque estou com a cabeça preparada para lidar com isso, com o pé no chão, com a família estruturada para me ajudar", pondera.

E o mais curioso é pensar que tanta repercussão surgiu por acaso: Sabiá faria apenas uma participação de poucos capítulos em A Força do Querer. A aceitação foi tão boa que o personagem ficou até o fim, ganhou espaço e importância _e Jonathan assinou contrato mais longo com a emissora, no lugar dos acordos por obra.

O destaque aconteceu por causa do tom de comédia que emprestou para o traficante, com bordões e piadas disparadas a Rubinho (Emilio Dantas) e Bibi (Juliana Paes). Tudo, segundo ele, como uma forma de sair do lugar-comum dos criminosos que já tinha vivido.

"Eu já fiz tanto bandido que pensei em humanizar o Sabiá nos poucos capítulos de que participaria. Dar um senso de humor. Nosso país vive um momento tão pesado, sabe? Tentei olhar no olho, entender as motivações da Bibi. E a Gloria Perez recebeu tão bem os improvisos que eu fiz que acabei ficando", explica.

Lidar com o sucesso do traficante de A Força do Querer, aliás, não foi fácil. Jonathan viu seu Instagram saltar de 70 mil seguidores para 1,4 milhão em cerca de dois meses. Passear na rua? Impossível. "Teve um evento que veio tanta gente para cima de mim que eu me assustei um pouco. É tudo muito novo. Antes, eu tirava cinco fotos por dia. Hoje, tiro 5 mil", relata.

 

 

Enquete

Com quem Clara deve terminar O Outro Lado do Paraíso?
Com Patrick. Eles parecem irmãos, mas são ótimos detetives.
0.00%
Com Gael. Um tapinha não dói.
0.00%
Com Renato. No fundo, eles têm o mesmo veneno.
0.00%
Sozinha. Já está há dez anos na seca mesmo.
0.00%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook