Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

PUXA-SACO DO PRESIDENTE

Rodrigo Constantino surta e abandona jornal da Jovem Pan ao vivo: 'Cansei'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Foto de Rodrigo Constantino

O comentarista político Rodrigo Constantino; ele se irritou ao ser chamado de puxa-saco

DANIEL FARAD

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 16/11/2022 - 19h48
Atualizado em 16/11/2022 - 20h49

Rodrigo Constantino abandonou o JP News nesta quarta (16) depois de ser chamado de "puxa-saco" do presidente Jair Bolsonaro. O comentarista político se desconectou ao vivo depois de bater boca com Leonardo Grandini. "Avisa que eu cansei", disparou ele, antes de deixar o programa.

Paulo Mathias precisou até mesmo chamar o comercial para tentar contornar a situação. Eles discutiam sobre a eficiência da equipe escolhida pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a transição de governo.

Grandini acabou perdendo a paciência com o colega durante o debate. "Então, ao contrário de você que é puxa-saco de presidente da República, eu não puxo o saco de ninguém", disparou ele.

"Paulo, continua o programa aí. Não sou obrigado a ouvir isso. Avisa o Tutinha [o empresário Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho] que cansei", emendou Constantino.

Na volta do comercial, Mathias tentou explicar aos telespectadores que havia acabado de acontecer:

Eu medeio debates e estou extremamente acostumado por ânimos estarem aflorados. Mas eu insisto aqui: esse é um canal em que você sempre vai ter à disposição ideias diferentes sempre se confrontado, de maneira democrática. Nosso objetivo é fazer um debate sempre saudável.

Assista:

Qual é a versão de Rodrigo Constantino?

Constantino, posteriormente, foi ao Twitter dar a sua versão sobre o bate-boca:

Tudo tem limite na vida. Eu estudo, eu tenho bagagem, eu gosto de debater a sério. Aí vem um moleque que tava com broche do Ladrão [em referência a Lula] fazendo campanha com [José Dirceu] me chamar de puxa-saco do presidente? Chega! Eu não preciso disso na minha vida. Querem treta de boteco, chamem outro.

Veja:

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.