Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ALLISON WILLIANS

Repórter deixa a ESPN por se recusar a tomar vacina contra a Covid-19

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Alisson Willians, repórter da ESPN nos Estados Unidos, em janeiro de 2021

Alisson Willians, repórter da ESPN nos Estados Unidos; jornalista é contra vacina da Covid-19

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 18/10/2021 - 15h00

Allison Willians, repórter da ESPN nos Estados Unidos, vai deixar o canal por se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19. A jornalista abandonará suas funções na próxima semana. Em declaração sobre seu desligamento, a profissional explicou que tenta engravidar de um segundo filho e, por isso, optou por não ser imunizada.

Em vídeo publicado em seu Instagram, a repórter de 37 anos anunciou o fim de sua relação de trabalho com a companhia. Emocionada, declarou que tentava se manter "positiva" para seguir adiante. 

"Meu pedido de acomodação foi negado pela ESPN e pela The Walt Disney Company. A partir da próxima semana, estarei me separando da empresa", disse.

Anteriormente, Allison revelou que não tinha planos de tomar a vacina pois estava tentando engravidar. Segundo ela, há relatos de mulheres que sofreram de irregularidades menstruais com a imunização, o que a levou a estudar se a infertilidade seria um possível efeito colateral. 

"Crença é uma palavra na qual tenho pensado muito ultimamente, porque além das apreensões médicas em relação ao meu desejo de ter outro filho em relação a receber esta injeção, também estou moral e eticamente não alinhada com este [mandato]", explicou.

Em seu desabafo, a jornalista contou que em abril último a Disney comunicou a todos os funcionários que eles deveriam se vacinar para voltar ao trabalho. Diante da obrigatoriedade, ela optou por deixar seu posto.

"Eu realmente tive que cavar fundo e analisar meus valores e minha moral e, em última análise, preciso colocá-los em primeiro lugar. Não posso colocar um salário acima dos meus princípios. Não vou sacrificar algo em que acredito e sustento com tanta força para manter uma carreira", finalizou.

No Brasil, Paulo Antunes, comentarista dos canais da Disney especializado em ligas norte-americanas, fez um discurso antivacina ao vivo no ESPN League na sexta-feira (15). Ele foi criticado pelos telespectadores. Em nota, a Disney reforçou a importância da vacinação entre sua equipe. Depois, ele se desculpou pelo que foi dito no ar e reforçou que é a favor da imunização.

Veja declaração de Allison Williams (em inglês):


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Traída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabem

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas