'PROBLEMA OPERACIONAL'

RedeTV! apaga programa em que Luciana Gimenez é acusada de maltratar convidada

REPRODUÇÃO/REDETV!

Montagem de fotos com Caroline Marchezi e Luciana Gimenez no Superpop, da RedeTV!

Caroline Marchezi relatou que foi maltratada por Luciana Gimenez no Superpop: programa foi apagado

REDAÇÃO - Publicado em 09/07/2020, às 19h58 - Atualizado às 20h40

Após Caroline Marchezi, ex do sertanejo Felipe Araújo, ter relatado que foi maltratada por Luciana Gimenez no Superpop exibido na última segunda (6), a RedeTV! apagou os registros do programa com a entrevista da influenciadora digital. A emissora, que disponibiliza a íntegra de suas atrações no YouTube e no site oficial, tentou sumir com a edição. A RedeTV!, no entanto, alega que houve um "problema operacional".

Na página do Superpop na web, o programa que foi ao ar na quarta (8) estava disponível completo e com os trechos destacados, mas o que foi exibido dois dias antes havia sumido das plataformas digitais. Após ser procurada pela reportagem, a emissora reativou os vídeos e recolocou a atração com Carol na página do site.

Em nota, a RedeTV! defende que ocorreu um problema, mas já foi resolvido. "A edição do Superpop da última segunda-feira (6) encontrava-se indisponível nas plataformas digitais devido a um problema operacional. O programa já pode ser acessado no portal da RedeTV! e no canal da emissora no YouTube", informa.

Antes da publicação, nem mesmo os conteúdos que foram mostrados sobre a influenciadora no TV Fama ao longo desta semana estavam mais disponíveis. Curiosamente, essa era a única das últimas quatro edições do Superpop que havia desaparecido do site e das redes sociais.

No YouTube, a emissora disponibilizou trechos do programa de 6 de julho, mas até a conclusão deste texto não havia recolocado a edição completa, como faz com seus outros programas.

No início da semana, o Notícias da TV publicou em primeira mão uma entrevista com Caroline Marchezi, que alegou ter saído chorando dos estúdios da RedeTV!. Em meio a uma batalha judicial com Felipe Araújo por pensão alimentícia, ela acusou a apresentadora de ter feito comentários desrespeitosos e de cunho machista a seu respeito durante a gravação da entrevista.

Na conversa, a funcionária da RedeTV! declarou que Araújo teve que "engolir um filho goela abaixo", já que o relacionamento entre eles tinha acabado de começar quando ela engravidou do bebê.

Após a repercussão do caso, outras famosas que também se sentiram desrespeitadas por Luciana reclamaram publicamente. A modelo Kamila Simioni, a ex-BBB Jake Leal e Aline Hauck, ex-mulher do humorista Carlinhos Mendigo, criticaram a comunicadora nas redes sociais.

Luciana Gimenez se desculpou

Diante do escândalo, a comandante do Superpop conversou por telefone com Sonia Abrão e fez uma retratação na quarta (8). "Todo mundo me conhece. Estou fazendo programa ao vivo há 19 anos e, normalmente, nunca rebato nada que falam de mim. Isso não é porque tenho medo ou estou errada. É porque quando a gente rebate, a coisa vai tomando proporção muito maior", disse.

"A Carol pegou um trecho do programa que não foi ao ar. Ela esperou uma semana e colocou isso [no Instagram] na segunda-feira. Eu não ia falar nada, mas o meu filho Lucas [Jagger] acabou sendo atacado na internet também e falou: 'Mãe, talvez você tenha que se explicar'", confidenciou.

A comunicadora ressaltou que nunca trataria uma mulher mal, pois passou momentos difíceis quando estava grávida de seu primogênito. O programa com a participação de Carol foi gravado e a parte divulgada por Carol nas redes sociais não foi exibida. Para Luciana, exibir uma frase fora do contexto não foi correto. 

"Se ela [Carol] se sentiu mal, o que pode acontecer porque, às vezes, a gente erra. Ela deveria ter chegado depois e falado: 'Lu, eu não gostei disso'. Eu teria dito na hora: 'Poxa, me desculpa, vamos pedir para cortar'. Ela saiu de lá [da RedeTV!] feliz da vida. A minha produtora a colocou no carro rindo. Eu não sabia que ela tinha se sentido ofendida", declarou.

Em determinado momento do desabafo, Sonia questionou Luciana sobre a fase dita pela apresentadora para a ex do cantor: "O cara teve que engolir o filho goela abaixo". A artista reconheceu que o trecho pode ter magoado sua convidada.

"A maneira que a gente fala, às vezes, pode ofender as pessoas. Realmente, ela pode ter se sentido ofendida ali. Foi errada a maneira como falei e cortaram do programa. Não quer dizer que eu tenha sido machista, porque não sou. Talvez ela não tenha gostado da maneira que eu tenha falado aquilo. Por isso, estou pedindo desculpas. Isso não quer dizer que tratei ela mal, que ela saiu de lá triste", admitiu.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook