Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Estreia em maio

Programa de Pedro Bial terá time de iluminados e entrevistado que fala muito

Ramón Vasconcelos/TV Globo

Pedro Bial entrevista Lázaro Ramos em debate sobre o Criança Esperança em 2016 - Ramón Vasconcelos/TV Globo

Pedro Bial entrevista Lázaro Ramos em debate sobre o Criança Esperança em 2016

DANIEL CASTRO

Publicado em 3/4/2017 - 5h23

O talk show que Pedro Bial apresentará na Globo a partir de maio, no lugar do Programa do Jô, começa a tomar forma. Mantido em sigilo pela emissora, o formato terá entrevistas com a participação de especialistas, como Drauzio Varella e Eduardo Bueno, e será ilustrado por reportagens _algumas feitas pelo próprio Bial, a maioria por jornalistas contratados. Pilotos serão gravados nos próximos dias.

Nos bastidores da Globo, o programa já está sendo comparado ao Na Moral, exibido entre 2012 e 2014, mas sem embates entre correntes diferentes de pensamento. As participações de colunistas e de repórteres complementarão e aprofundarão o assunto do dia. Os especialistas aparecerão apenas quando o convidado da noite falar sobre o tema que domina.

Apesar do pool de colunistas e das reportagens, a estrela de cada edição será o entrevistado. Ele é quem falará mais, e muito. A atração, que deverá ter a palavra conversa no nome, será muito mais talk e bem pouco show.

A produção do programa passou as últimas semanas montando um time de iluminados, como estão sendo chamados os colunistas. A ideia é contar com pelo menos dez especialistas em áreas como saúde (Varella), história (Bueno), religião (provavelmente um ex-padre), política, economia, segurança pública, comportamento, terceiro setor, etc.

Os profissionais do programa já trabalham em ritmo acelerado na Globo de São Paulo. Bial ocupa a mesma sala que foi de Jô. A estreia está prevista (mas ainda não confirmada) para 1º de maio.

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.