Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

REALITY MUSICAL

No Caldeirão, Marcos Mion zoa a cantoria no BBB 22: 'Broadway do Projac'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O apresentador Marcos Mion na frente com a imagem de participantes do BBB 22 se abraçando ao fundo

Marcos Mion fez piada com os participantes do BBB 22 que vivem cantando no reality da Globo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 5/2/2022 - 18h05

No Caldeirão deste sábado (5), Marcos Mion zoou a cantoria do elenco do BBB 22 durante a eliminação de Rodrigo Mussi, ocorrida na última terça (1º). O apresentador fez piada durante o quadro Isso a Globo Mostra e defendeu o eliminado. "Ele não quer fazer parte da Broadway do Projac!", debochou o funcionário da Globo. 

"Senhoras e senhores, olha aqui o Rodrigola, o homem que saiu essa semana. Ele agora faz parte do maior elenco de subcelebridades do Brasil, que é o elenco de ex-BBBs. E ele quase conseguiu fazer parte do segundo maior elenco de subcelebridades do Brasil: de ex-namorados da Anitta. É verdade, foi quase!", começou Mion, em referência ao crush da funkeira, que desistiu rápido dele.

"Ele confundiu o BBB com um telecurso 2000 e entrou no BBB querendo aprender tudo sobre todos [perguntando]: 'Como vocês vivem? Como eu devo chamar vocês?'. Teve gente que ficou muito injuriada com a saída do Rodrigão. Porque brasileiro não sabe votar, tira os caras que jogam", relembrou o titular do Caldeirão. 

Em seguida, o substituto de Luciano Huck aproveitou para tirar sarro da cantoria dos brothers que pegaram a mania de entonar Deixa Tudo Como Tá, de Thiaguinho, na eliminação de um participante.

"Uma boa parte do Brasil não entendeu o seu jogo, Rodrigo, mas teve uma hora ali no seu último momento, ele tava saindo, recebendo os abraços, aquela andada final. De repente, pausa! Olha a Jessi [lane Alves]. A Jessi foi a primeira, ela faz um ato fatídico, quando vem a palma, sabe série de zumbi com um barulhinho na mata? E os caras falam: 'Eles estão chegando?'. A palma é o inicio da chamada, porque uma palma só o que que faz?", disse.

"E aí o Rodrigo representou todos nós, o Brasil te abraçou nessa hora. Porque olha o que ele faz? Ele aperta o passo, abaixa a cabeça e ele correu! Subiu a escada correndo de tanto que ele não quer fazer parte da Broadway do Projac. Mas a galera começou a cercar ele. A galera toda correndo atrás, foram engolir ele!", explicou o ex-Record.

"Mas como ele não quer esse momento, ele faz uma coisa muito sinistra, ele tá tão desesperado que ele pega o Vyni [Fernandes] de um lado, o Eliezer [Netto] do outro e faz um fone acústico feito de cabeças humanas. Esse é um cara esperto que representa o Brasil", conclui Mion. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.