Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Memória da TV

Marcado por intrigas entre Wanessa, KLB e Sandy, Jovens Tardes estreava há 15 anos

Reprodução/Globo

Wanessa Camargo, Jonathan Haagensen e Fael Mondego no comando do Jovens Tardes - Reprodução/Globo

Wanessa Camargo, Jonathan Haagensen e Fael Mondego no comando do Jovens Tardes

REDAÇÃO

Publicado em 29/10/2017 - 7h12

Um programa apresentado por ídolos jovens, mas com músicas antigas. Essa era a premissa do Jovens Tardes, programa que estreou na Globo há 15 anos. Com filhos de sertanejos e talentos promissores da época (que sumiram da mídia anos depois), a atração fazia homenagens a artistas consagrados e versões brasileiras de hits internacionais.

Jovens Tardes foi inspirado em um programa de mesmo título exibido pela Record entre 1965 e 1968 e comandado pelos "reis" da Jovem Guarda: Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. 

Na versão "moderna", os apresentadores eram Wanessa Camargo, a dupla Pedro e Thiago e o grupo KLB. O programa ficou mais marcado pelas intrigas nos bastidores do que pela qualidade. Relembre curiosidades sobre o Jovens Tardes:

divulgação/globo

Wanessa ao lado de Kiko, Leandro e Bruno Scornavacca; ela teve namorico com Leandro

Picuinhas dos bastidores
Os apresentadores do Jovens Tardes se desentenderam logo nas primeiras gravações. Wanessa Camargo era ex-namorada de Leandro Scornavacca, o principal cantor do KLB, e os dois entraram em conflito. O clima foi pesando, até que os meninos deixaram a atração, antes do final da segunda temporada.

Houve também um mal-estar com Junior Lima. O cantor foi convidado para fazer uma performance do filme Grease com Wanessa, mas desistiu ao saber que sua irmã, Sandy, não havia sido convidada. O fato deu ainda mais combustível para os rumores de que Wanessa e Sandy se detestavam.

divulgação/globo

Cantores como Mário Velloso, Jonathan Haagensen e Pedro & Thiago sumiram após a atração

Celebridades (apenas) nos anos 2000
A atração reuniu vários talentos jovens do início dos anos 2000 que não emplacaram _alguns nem se dedicam mais à música. Mário Velloso, que participou da Casa dos Artistas em 2002, não teve hits após o Jovens Tardes e ficou sumido até entrar para o elenco do reality Power Couple Brasil, da Record, em 2016.

Fael Mondego, famoso após participar da primeira temporada do Fama (2002), também não teve outro trabalho expressivo como cantor. Hoje, ele trabalha como compositor de trilhas sonoras de cinema.

Já Thiago Costa, que fazia dupla com Pedro e é filho de Leandro (1961-1998, da dupla com Leonardo), terminou a parceria com o primo e seguiu em carreira solo. Ele lançou uma música de trabalho no ano passado, mas não conseguiu grande repercussão na mídia. Já Pedro abandonou a música e atualmente apresenta um programa na EPTV, afiliada da Globo no interior de São Paulo.

Jonathan Haagensen segue como cantor no grupo Melanina Carioca. Ele também é ator e fez parte do elenco da primeira edição de A Fazenda, em 2009. Seu papel mais recente na TV foi na primeira temporada de #MeChamaDeBruna, da Fox.

reprodução/globo

Wanessa Camargo ao lado de Carol Magalhães, modelo que apresentou o Jovens Tardes

Apresentadores sinceros
No fim de 2003, a escolha dos novos apresentadores do Jovens Tardes não foi baseada em dons musicais ou nas famílias famosas deles. A diretora Marlene Mattos simplesmente escolheu os que mais gostou em uma seleção de modelos.

Foram contratados Carol Magalhães (neta do político baiano Antonio Carlos Magalhães) e Marcelo França. Ela admitiu que não sabia cantar, mas estava fazendo aulas. Ele, por sua vez, foi sincero e disse que não curtia o tipo de música que todos os colegas e antecessores na apresentação do programa faziam. O Jovens Tardes com os dois durou pouco: de dezembro de 2003 a janeiro de 2004.

divulgação/globo

A dupla de primos Pedro & Thiago; eles são filhos dos cantores Leandro e Leonardo

Dificuldade para emplacar
Apesar de contar com os maiores ídolos jovens do Brasil na época (com exceção de Sandy & Junior, que já tinham uma série própria, e do grupo Rouge, criado num reality do SBT), o Jovens Tardes não conseguiu se manter na grade fixa da Globo.

Entre 2002 e 2003, a atração foi ao ar em domingos alternados, com nove edições entre outubro e março. Já entre 2003 e 2004, só quatro edições foram exibidas, entre dezembro e janeiro. Com a saída da diretora Marlene Mattos da Globo, não houve continuação no projeto.

divulgação/globo

Wanessa Camargo no palco do Jovens Tardes; cantora era queridinha da diretora do programa

Wanessa na Band?
Quando Marlene Mattos acertou sua ida para a Band e deixou a Globo em janeiro de 2004, o Jovens Tardes ainda estava no ar. Foi especulado se a diretora levaria o programa para a nova emissora, mas ela mesma negou a possibilidade. No entanto, Marlene considerava dar uma nova atração para Wanessa na Band.

"A Wanessa é um talento, mas ainda não pensei que há uma coisa para ela. Quando pensar em algo jovem, claro que vou pensar nela", disse em entrevista à Folha de S.Paulo.

Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?