DIREITOS DE TRANSMISSÃO

Globo monitora erros do Facebook para ter Champions League de volta

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Equipe de esportes da Globo em transmissão da Champions League, no ano passado - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Equipe de esportes da Globo em transmissão da Champions League, no ano passado

GABRIEL VAQUER - Publicado em 12/04/2019, às 06h08

A Globo está planejando a recuperação dos direitos da Uefa Champions League, o maior torneio de clubes do mundo. A emissora está monitorando de perto as falhas e as críticas do público ao Facebook, que tem os direitos para TV aberta. Dois diretores da Globo ouvidos pelo Notícias da TV consideram o serviço entregue pela rede social como "muito ruim" e vão usar isso para pressionar a Uefa.

Além disso, apontam que a visibilidade da Champions no Brasil caiu bastante e não repercute da maneira que a Uefa esperava de um dos maiores mercados do mundo. A intenção da Globo é mostrar que o Facebook não fez um trabalho melhor do que a emissora enquanto ela teve o torneio sob sua tutela.

Os problemas técnicos para ver o torneio também serão usados como argumento. As dificuldades do público para acessar as transmissões fizeram a Conmebol retirar a exclusividade dos jogos de quinta-feira da Libertadores do Facebook em quase toda a América do Sul, com exceção do Brasil, para este ano de 2019.

A próxima licitação da Champions League será realizada apenas em 2021. No atual contrato, é impossível acontecer o que houve com a Libertadores, já que a Team, agência que vende os direitos da Champions, e o Facebook fizeram um contrato mais bem amarrado.

Mesmo com a diferença de dois anos para a próxima rodada de negociações, é comum que emissoras esportivas se planejem com antecedência para disputarem direitos de transmissão. Torneios como Champions e Libertadores demandam altos valores e uma estratégia elaborada para convencer as entidades.

A Globo não chegou a fazer proposta na última licitação, ocorrida em 2018, por conta do alto preço pedido pela Team, e pelo fato de a agência não querer vender os direitos em todas as mídias (TV aberta, TV por assinatura e internet) para a emissora carioca, o que causou um desentendimento entre as partes.

Desde a temporada 2018/2019 do futebol europeu, o Facebook exibe os jogos da Champions League com exclusividade no Brasil. Ela comprou os direitos de TV aberta, enquanto a Turner adquiriu os jogos para a TV paga. A transmissão na rede social, por ser gratuita, é considerada como equivalente à TV aberta.

A rede social e a Turner fizeram uma parceria, e as partidas são exibidas pela página do Esporte Interativo no Facebook, com transmissão dos estúdios da Turner em São Paulo.

A Globo exibiu nove edições da Champions League, entre 2009 e 2018. O torneio também já passou por Record, Band, RedeTV! e Cultura. Na TV paga, ele foi exibido durante mais de 20 anos pela ESPN, e está nas mãos da Turner desde 2015.

Procurada, a Globo preferiu não se pronunciar sobre o assunto. Já o Facebook não respondeu aos contatos.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é o casal mais quente de A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook