40 anos depois

Didi e Dedé serão professores dos novos trapalhões; veja fotos

Fotos: Divulgação/TV Globo

Mumuzinho, Gui Santana, Bruno Gissoni, Lucas Veloso e Nego do Borel em esquete no quartel - Fotos: Divulgação/TV Globo

Mumuzinho, Gui Santana, Bruno Gissoni, Lucas Veloso e Nego do Borel em esquete no quartel

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 27/06/2017, às 15h43

Sobreviventes do quarteto original, Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana) terão papel fundamental no remake de Os Trapalhões, que estreia em 17 de julho no canal pago Viva e em setembro na Globo: os dois veteranos surgirão como mestres da nova trupe, com a função de ensinar os aprendizes Didico (Lucas Veloso), Dedeco (Bruno Gissoni), Mussa (Mumuzinho) e Zaca (Gui Santana) como ser um verdadeiro trapalhão.

Em tempos de comédia politicamente correta, o programa pretende resgatar o humor malandro e, ao mesmo tempo, ingênuo que marcou a série original, exibida pela Globo entre 1977 e 1995. Assim, personagens que conquistaram o coração dos brasileiros há 40 anos estarão de volta, em situações inéditas e atualizadas.

As esquetes retomarão, por exemplo, o clássico cenário do quartel, com as participações do Sargento Pincel (Ernani Moraes, que substitui Roberto Guilherme) e de Tião (Nego do Borel, no lugar de Tião Macalé). Os quadros em que o quarteto incorpora super-heróis como Superman e Batman também estarão de volta. 

Renato Aragão e Dedé Santana posam com a nova geração dos Trapalhões: humor malandro

A nova versão de Os Trapalhões contará ainda com novos números musicais, que marcaram época na exibição original _caso da inesquecível A Filha do Seu Faceta, em que Zacarias (Mauro Faccio Gonçalves), vestido de mulher, cantava "Papai, eu quero me casar" para o personagem de Renato Aragão.

Para liderar o elenco, o comediante Lucas Veloso superou nomes mais conhecidos, como Rodrigo Sant'anna. Filho do humorista Shaolin (1971-2016) e lançado na novela Velho Chico (2016), Veloso ganhou pontos dentro da Globo por ser nordestino, como Aragão, e excelente imitador. Já Bruno Gissoni foi escalado às pressas, depois que Armando Babaioff precisou deixar a série.

Desde que o projeto foi anunciado, Renato Aragão insiste que o novo quarteto não substituirá o original. "Zacarias e Mussum são insubstituíveis. Os novos atores vão ser apenas imitadores. Mas eu quero que recebam todos muito bem, pois eles vão reviver uma imagem maravilhosa que ficou no coração de vocês", disse o ator na Comic-Con Experience, evento de cultura pop realizado em dezembro do ano passado.

Didico, Mussa, Zaca e Dedeco são os nomes dos novos Trapalhões: homenagem aos 40 anos

Os Trapalhões tem direção-geral de Fred Mayrink e redação final de Péricles Barros, com supervisão de texto de Mauro Wilson. Aragão fez questão de participar da elaboração dos roteiros da nova série.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook