Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Quarta temporada

De elenco odiado a racismo: Tensão e picuinhas marcam MasterChef de 2017

Fotos: Divulgação/Band

Os participantes Deborah Werneck e Leonardo Santos, que se envolveram em controvérsias - Fotos: Divulgação/Band

Os participantes Deborah Werneck e Leonardo Santos, que se envolveram em controvérsias

REDAÇÃO

Publicado em 18/8/2017 - 5h17

Em sua quarta temporada, que termina na próxima terça (22), o reality show MasterChef Brasil conseguiu manter o interesse do público com episódios bastante conturbados. Com elenco sem papas na língua e alta rejeição, não faltaram conflitos que repercutiram durante dias nas redes sociais. As polêmicas foram variadas: de racismo sofrido por um participante a uma cozinheira criticada por repetir roupas.

No ar desde 7 de março, o MasterChef se destacou no início pelas broncas da jurada Paola Carosella, que estava com a língua mais afiada do que nas temporadas passadas e foi até apelidada pelos telespectadores de Paola Bracho (em referência à vilã de A Usurpadora).

Do meio para o final da temporada, no entanto, o foco foi para os participantes. Com pelo menos três "vilões" odiados pelo público (havia eventos pedindo a saída de alguns no Facebook), até o programa foi alvo do veneno deles. Cozinheiros amadores criticaram abertamente nas redes sociais a edição do reality e opiniões dos jurados.

Relembre cinco fatos que tornam do MasterChef Brasil 4 o mais conturbado de todos: 

A cozinheira amadora Mirian Cobre ganhou uma legião de haters nas redes sociais

Amadores e odiados
Fazer amigos e criar uma imagem positiva na TV definitivamente não era o objetivo dos participantes. A finalista Deborah Werneck, por exemplo, foi uma das mais criticadas. O público a julgou como falsa e prepotente porque ela adorava dar opiniões ácidas sobre os colegas. Há um evento no Facebook torcendo para que ela não conquiste o prêmio.

A cozinheira Mirian Cobre também conquistou mais haters do que fãs na internet. Considerada arrogante, ela foi bastante rejeitada e xingada. O anúncio da eliminação dela, no último dia 26, foi comemorado com memes no Twitter e no Facebook. 

Leonardo Santos rebateu um insulto racista que recebeu de um telespectador do MasterChef

Racismo contra participante
O participante Leonardo Santos também não era queridinho do público, mas um telespectador passou dos limites com sua crítica. Leo publicou uma foto em seu perfil no Facebook ao lado de outros cozinheiros negros que passaram pelo programa. Um usuário do site fez o seguinte comentário racista:

"Vocês são um lixo, eu tenho nojo de todos vocês, tenho pena de quem já comeu ou come qualquer merda que vocês fazem. Torço todos os dias pra você ser humilhado e eliminado. Volta pra senzala, embuste lixo".

Leonardo fez questão de responder ao insulto e afirmou que participantes negros e brancos do MasterChef eram julgados de forma diferente pelo público.

"Tudo [que sofri de racismo durante a vida] contribuiu pra postura que eu adoto hoje. Tudo que vocês chamam de arrogância, prepotência ou qualquer outro rótulo que não cabe num participante branco, se chama autoconfiança, autoafirmação, foco, são coisas que pessoas como nós precisam ter muito pra sobreviver", disse. 

Irritada, Deborah Werneck se recusou a apertar a mão de Erick Jacquin no programa

Edição e jurados na mira
Nos momentos de raiva, os participantes não pouparam ninguém. Caroline Martins, por exemplo, ficou irritada com o resgate de uma participante na repescagem e sugeriu que o retorno dela foi armado no programa. Fogaça a confrontou, e Caroline chegou a dizer que nem queria ter ido ao reality. Ele então esbravejou: "Caroline, você está à vontade aqui, hoje? Não queria vir? Então vai embora, demorou. Vaza!". Ela não obedeceu, mas foi eliminada pouco tempo depois.

Deborah também teve conflitos com os chefs. Ela falou em depoimento que Fogaça era maluco, e depois acusou a edição da Band de exibir o comentário fora de contexto. "Sabe qual era o motivo da minha indignação? Um comentário que sequer apareceu no programa, ele falando que galinha da Angola não combinava com palmito pupunha. Pra quem estuda e se dedica, ouvir isso é um desaforo", declarou.

A participante ainda discutiu com o chef (alegando que não estava aguentando a pressão) e se recusou a apertar a mão de Jacquin, que fez uma crítica irônica a um prato dela. 

LFãs do reality culinário implicaram com as roupas repetidas que Caroline Martins usava

Figurino repetido
Caroline implicou com os chefs e o programa, mas também ouviu críticas do público de casa. Ela foi hostilizada nas redes sociais por um fator simplório: fãs do MasterChef diziam que ela usava sempre as mesmas roupas.

Em um textão no Facebook, Caroline rebateu as críticas. Ela disse que cresceu muito pressionada para ter uma boa aparência e hoje segue outro estilo de vida, focado no minimalismo.

"Me desprender do consumismo excessivo foi uma das minhas melhores decisões. Então, coleguinhas que me perguntam, a resposta é: Sim! Só tenho estas roupas! E, Sim! Só tenho duas botinhas! Com muito orgulho!", afirmou. 

Ana Luiza foi alvo de boatos de que já teria trabalhado profissionalmente em um buffet

Participante profissional?
Em maio, vieram à tona boatos de que a participante Ana Luiza Teixeira era, na verdade, profissional de cozinha e teria mentido para entrar no MasterChef com amadores, que tem como requisito que os participantes nunca tenham trabalhado com gastronomia. Ela foi eliminada por não cumprir todos os quesitos de uma prova, mas fãs logo acreditaram que a eliminação era apenas para abafar a expulsão da cozinheira.

Ana Luiza negou a acusação e desabafou em suas redes sociais: "Por mais que seja um sonho antigo trabalhar profissionalmente com cozinha, nunca tive esse prazer e isso só vai se tornar realidade por conta do Masterchef. As pessoas são más e precisam criar histórias como essa para justificar seus erros e suas frustrações. Não guardo surpresa em atitudes como essa, guardo pena".

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?